O chá perfeito

O chá perfeito

1- Use um bule especial. Não prepare o chá num copo, pois assim deixa escapar o sabor e o aroma.

2- Aqueça o bule com água quente e deite fora a água.

3- Aqueça novamente água no bule e deixe ferver. Para duas chávenas use um pacotinho de chá.

4- Nunca use água da torneira. A água tem que estar sempre a ferver, antes de juntar o chá. Caso contrário, estraga o aroma e propriedades da infusão. Este passo não se aplica ao chá verde, que deverá ser preparado apenas com água quente.

5- Deixe a infusão em repouso durante cerca de três minutos. Quanto mais tempo ficar em repouso maior é a quantidade de tanino – substância bastante saudável mas que confere ao chá um sabor amargo.

6- Um chá preto de boa qualidade deverá apresentar um tom avermelhado, cerca de dois minutos depois de ter sido colocado na água a ferver.

7- O bule deverá apenas ser lavado com água fria. Nunca use detergente, pelo menos no interior.

8- Quando o bule ficar manchado, deixe-o ficar de um dia para o outro cheio de água, com duas colheres de bicabornato de sódio.

Chás de eleição

Com tradições milenares, o chá é produzido a partir da Camellia Sinensis. Existem mais de 2000 variedades, produzidas em mais de 25 países, sobretudo na China, Índia, Indonésia, Quénia, Malawi e Sri Lanka.

A origem do chá remonta à dinastia Tang, que terminou no ano 906 a.C.. Pensa-se que os monges budistas foram responsáveis pela proliferação da sua cultura na China e no Japão.

Existem três categorias principais: chá preto, chá verde e Oolong, dentro das quais existem inúmeras variedades. São provenientes da mesma espécie de planta. A diferença é que o chá preto é submetido a um processo de fermentação antes de secar. O chá verde é submetido a um processo de vaporização. O Oolong é semi-fermentado.

Delicie-se com alguns dos principais aromas desta bebida que, além de saudável, nos consegue aquecer a alma!

Misturas famosas

Earl Grey
Contém uma mistura de chá preto da Índia e do Ceilão. Teve origem nos anos 30 do século passado, tendo sido, desde logo, “adaptado” pela nobreza britânica. Actualmente, é um dos chás mais conhecidos do mundo. Muita da sua fama é devida ao aroma fresco e revigorante, com notas vivas de citrino (bergamota). Por tudo isto, é um clássico dos chás das cinco!

English Breakfast
Uma boa oportunidade para começar o dia como todos aqueles que vivem para lá do Canal da Mancha.
Com um paladar rico e delicado, consiste numa mistura de chás indianos e chineses, sendo geralmente preparado com leite e açúcar.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 3:07 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)