O Que Fazer em Caso de Queimadura

Revisado por Equipe Editorial a 22 outubro 2018 - Publicado a 14 de outubro de 2010

Um escaldão, o contacto com uma fonte de calor, um cigarro, por exemplo, as causas de queimaduras podem ser várias. Mais do que a profundidade, é a extensão que determina a sua gravidade. Mas também existe o risco de infecção. Quando se trata de uma queimadura grave, convém verificar se a pessoa esteja vacinada contra o tétano.

O que fazer em caso de queimadura?

Queimadura de primeiro grau: existe uma lesão vermelha e dolorosa, seca, sem bolha aparente. Refresque a lesão com água corrente durante quinze minutos.

Queimadura de segundo grau: existe uma lesão vermelha e dolorosa, recoberta por uma ou várias bolhas que contêm um líquido claro. Refresque a lesão com água corrente, desinfecte e aplique um penso com uma compressa esterilizada. Mude diariamente o penso e esteja atento ao processo cicatrização.

Queimadura de terceiro grau: não existe dor, a pele está preta e estaladiça. Refresque a lesão com água corrente durante quinze minutos e consulte rapidamente um médico.

• Nunca retire a roupa que estiver a cobrir a queimadura no caso de estar agarrada à pele.

• Se a roupa se tiver incendiado, abafe as chamas com um cobertor ou faça a vítima rebolar no chão.

O que não deve fazer em casos de queimadura
Não deve rebentar a bolha de líquido com uma agulha, pois pode aumentar o risco de infecção.