Podem os Óleos Essenciais Agir Como Analgésicos para as Dores?

Por que usar óleos essenciais?

Se os medicamentos não estão a reduzir as suas dores, pode estar interessado em encontrar soluções alternativas para esse alívio. Os óleos essenciais podem ser uma forma natural maravilhosa de aliviar vários tipos de dor.

Estes óleos são substâncias altamente perfumadas encontradas no interior das pétalas, caules, raízes e outras partes das plantas. São normalmente extraídas das plantas através de destilação a vapor.

Os óleos resultantes desta técnica secular podem ajudar a melhorar o bem-estar físico, emocional e mental.

Dores Menstruais

Cada tipo de óleo tem o seu próprio perfume e benefícios exclusivos. E podem ser utilizados individualmente ou misturados com outros.

Alguns pesquisadores descobriram evidências que sugerem que determinados óleos podem tratar os sintomas de algumas doenças, tais como:

No entanto, são necessárias mais pesquisas para se entender exatamente quais os mecanismos presentes nos óleos essenciais que levam a esta redução da dor.

Geralmente não existem danos associados à adição de óleos essenciais ao plano de tratamento da dor indicado pelo médico. Em vez disso, eles podem até mesmo permitir que o paciente consiga reduzir as doses medicamentosas prescritas.

O que dizem as Pesquisas

É importante perceber que a Food and Drug Administration (FDA) não regula os óleos essenciais.

Isto significa que os produtos vendidos como óleo essencial podem variar no grau de pureza, força, e qualidade, consoante o seu fabricante.

Certifique-se de comprar apenas óleos essenciais de marcas reconhecidas de grande qualidade.

Os óleos essenciais podem ser inalados ou aplicados topicamente, quando misturados com um óleo veicular (óleo carreador).

Nunca aplique óleos essenciais não diluídos diretamente sobre a pele e nunca ingira os óleos essenciais pela boca.

Realize sempre um pequeno teste na pele, antes de os aplicar em grandes áreas.

Conheça então os principais óleos essenciais podem ajudar no alívio da dor.

Lavanda

De acordo com um estudo realizado em 2013, o óleo essencial de lavanda pode ajudar no tratamento da dor em crianças após uma amigdalectomia.

No estudo, as crianças que inalaram o aroma de lavanda foram capazes de reduzir a dose diária de paracetamol após a cirurgia.

O que Procura?
Top 10 Óleos Essenciais para Depressão

Investigadores em um estudo realizado em 2015 descobriram que o óleo essencial de lavanda pode ser um analgésico e anti-inflamatório bastante eficaz.

Neste estudo, após o óleo essencial de lavanda diluído ser aplicado topicamente durante o teste, verificou-se um alívio da dor comparável ao medicamento de prescrição tramadol.

Este resultado sugere que a lavanda pode ser usada no alivio da dor associada à inflamação.

Outro estudo realizado em 2012 testou a capacidade do óleo essencial de lavanda na redução da dor em pessoas que sofrem de enxaquecas.

Os resultados finais mostraram que a inalação do perfume de lavanda foi eficaz na redução da gravidade dos sintomas de dor de cabeça causada pela enxaqueca.

Conheça melhor este composto » AQUI.

Óleo de Rosa

Rosa Rosa Damascena

Muitas são as mulheres que experimentam cólicas abdominais durante a menstruação.

A aromaterapia com óleo essencial de rosa (Rosa damascena) mostrou aliviar a dor associada ao período quando combinado com o tratamento convencional.

Uma investigação realizada em 2013 sugere que a aromaterapia com óleo de rosa também pode ser eficaz no alívio da dor causada por pedras nos rins (cálculos renais) quando combinada com a terapia convencional.

Bergamota

Óleo Essencial De Bergamota

A aromaterapia com óleo essencial de Bergamota é utilizada atualmente para tratar a dor neuropática, por vezes resistente aos analgésicos opiáceos.

Os resultados de um estudo realizado em 2015 demonstram que esta terapia é bem sucedida na redução da dor neuropática.

Misturas de Óleos Essenciais

Pesquisadores de um estudo realizado em 2012 desvendaram uma mistura de óleos essenciais que se mostrou eficaz na diminuição da dor menstrual (em termos de gravidade e duração).

As participantes do estudo utilizaram um creme à base de lavanda, Salvia sclarea, e manjerona, onde a mistura foi usada para massajar o abdominal inferior diariamente.

De acordo com um estudo realizado em 2013, outra mistura de óleos essenciais foi bem sucedida na redução do desconforto e sangramento menstrual.

As participantes deste estudo massajaram a zona inferior do abdominal com uma mistura de canela, cravo-da-índia, rosa, e lavanda, diluídos num óleo de amêndoa doce (óleo carredor).

A massagem foi realizada uma vez por dia, durante os sete dias antes da sua menstruação.

Outro estudo publicado anteriormente mostra o potencial das misturas de óleos essenciais para diminuir a dor e reduzir a depressão em pessoas com câncer em fase terminal.

Estes participantes massajaram as mãos com bergamota, lavanda e incenso (Olíbano ou franquincenso) diluídos em óleo de amêndoas doces.

O que Procura?
Óleos Essenciais para Alívio da Dor de Cabeça / Enxaquecas

Como usar os óleos essenciais para o alívio da dor

Óleos Essenciais Para Alívio Da Dor

Certifique-se de usar um “óleo carreador” para diluir o óleo essencial escolhido. A aplicação de um óleo essencial não diluído pode causar irritação na pele e inflamação em pessoas com a pele mais sensível.

Os óleos carereadores comuns incluem:

  • coco
  • abacate
  • amêndoa doce
  • semente de damasco
  • sésamo
  • jojoba
  • semente de uva

Em geral, apenas necessita usar algumas gotas de óleo essencial. A dose pode variar, mas uma boa regra de ouro é adicionar cerca de 10 gotas de óleo essencial para cada colher de sopa de óleo carreador.

Antes de utilizar um novo óleo essencial, faça um teste de alergia na pele para verificar os efeitos sobre a sua pele.

Esfregue um pouco de óleo diluído no interior do antebraço. Se não sentir qualquer irritação ou desconforto dentro de 24 a 48 horas, é sinal que o óleo deve ser seguro para você usar.

Massagem

Massajar o óleo essencial diluído na pele pode ajudar a soltar os músculos rígidos e aliviar a dor. Pode perfeitamente realizar uma auto-massagem ou se preferir optar por uma massagem profissional, com o uso de óleos essenciais.

Inalação

Adicione algumas gotas do óleo essencial escolhido a um difusor e inale o vapor presente no local (de preferência uma divisão com as portas fechadas). Para este método não é necessário o uso de óleo carreador.

Se não tiver um difusor de aromaterapia, pode sempre encher uma bacia/pia com água quente ou um recipiente mais largo.

Adicione algumas gotas de óleo essencial à água “bem quente” (tem que deitar vapor). Incline-se sobre a bacia ou pia, cubra a cabeça com uma toalha e inale o vapor. Pode beneficiar deste tratamento caseiro durante até 10 minutos.

Banhos quentes

Se preferir, também pode tomar um banho bem quente com estes óleos maravilhosos.

Para dissolver o óleo essencial, adicione cerca de 5 gotas (o número de gotas pode mudar, dependendo do tipo de óleo essencial) a uma onça (28 gramas) de óleo carreador.

Se não desejar muita oleosidade na água do banho, pode sempre adicionar algumas gotas a um copo de leite, uma vez que o óleo essencial mistura-se com as gorduras presentes no leite.

O banho de assento é outra opção que vai permitir que o óleo essencial entre no seu corpo através da sua pele. Uma vez que o vapor que se eleva a partir da água quente ajuda a fornecer os benefícios da aromaterapia.

O que Procura?
9 Óleos Essenciais para o Crescimento Capilar (+3 Remédios Caseiros)

Evite banhos muito quentes, pois esta prática pode causar fraqueza ou tonturas.

Riscos e advertências

Tenha cuidado ao usar um novo óleo essencial. Lembre-se sempre de diluir os óleos essenciais num óleo carreador, tal como o azeite de oliva ou óleo de amêndoa doce.

E, nunca aplique os óleos essenciais diretamente na pele.

Algumas pessoas podem ser alérgicas a alguns óleos essenciais. Para fazer um teste de contato, misture 3 a 5 gotas de óleo essencial a uma onça (28 gramas) de óleo carreador.

Aplique um pouco desta mistura à pele intacta do antebraço, numa área do tamanho de uma moeda. Se nenhuma reação ocorrer nas 24 a 48 horas seguintes, é seguro para usar na sua pele.

Converse com o seu médico antes de usar a aromaterapia se você:

  • está grávida
  • se trabalha em enfermagem
  • tem uma condição médica existente
  • deseja usar óleos essenciais em crianças ou adultos mais velhos

Os potenciais efeitos colaterais do uso de óleos essenciais incluem:

  • Irritação na pele
  • inflamação da pele
  • sensibilidade ao sol
  • reação alérgica

O que você deve fazer

Se pretende começar a usar óleos essenciais, faça em primeiro lugar a sua investigação. É importante estar ciente dos benefícios exclusivos e os riscos associados a cada tipo de óleo.

Quando comprar, dê preferência a marcas respeitáveis e reconhecidas no mercado. A FDA não regula os óleos essenciais, de modo que os ingredientes/compostos presentes em cada produto podem variar entre os diferentes fabricantes.

Alguns óleos essenciais ou misturas de óleos podem conter ingredientes adicionais que podem causar efeitos secundários adversos em alguns indivíduos.

Pode comprar os óleos essenciais On-line ou em lojas locais, direcionadas para a saúde holística.

Por vezes “também pode ser útil” falar com um aromaterapeuta certificado. Estes profissionais são capazes de lhe responder a quaisquer perguntas ou dúvidas que possa ter e ajudá-lo/a a escolher os óleos mais adequado às suas necessidades.

Tenha a certeza de… (é importante)

  • Diluir sempre os óleos antes de os aplicar na sua pele.
  • Realizar sempre um teste na pele para verificar se existe qualquer tipo de irritação ou inflamação.
  • Evite aplicar estes compostos em áreas sensíveis, como ao redor dos olhos ou próximo de feridas abertas.
  • Interrompa o uso se sentir qualquer irritação ou desconforto.
  • Nunca tome de forma oral um óleo essencial.

Continua » 9 Óleos Essenciais para Prisão de Ventre

12. outubro 2017 by admin

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *