Os Excipientes da goma Arabica são Seguros?

A goma arábica, também conhecida como goma-do-senegal, goma indiana, e por outros nomes, é uma goma natural que consiste na seiva endurecida de várias espécies da árvore da acácia.

O Que é Excipiente

Um excipiente é uma substância formulada juntamente com o ingrediente ativo de um medicamento, com a finalidade de estabilização a longo prazo, aumentando as formulações sólidas que contêm ingredientes ativos potentes em pequenas quantidades (assim, muitas vezes referidos como “agentes de volume”, “enchimentos”, ou “diluentes”), ou para conferir um realce terapêutico ao ingrediente ativo na forma de dosagem final, tal como facilitar a absorção do fármacoreduzir a viscosidade, ou aumentar a solubilidade.

Os excipientes podem também ser úteis no processo de fabrico, para auxiliar no manuseamento da substância ativa em questão, por exemplo, facilitando a fluidez do pó ou propriedades antiaderentes, para além de ajudar a estabilidade in vitro, como a prevenção da desnaturação.

Se os excipientes como a goma arábica (acácia) e o ácido algínico foram considerados GRAS (genericamente reconhecidos como seguro) pela FDA, porque não o são na realidade?

O facto de um aditivo ter sido designado GRAS não significa que seja inofensivo.

A razão é a seguinte: quando a legislação sobre aditivos para os alimentos, que exigia testes científicos de todas as substâncias químicas utilizadas nos produtos alimentares para segurança do consumidor, entrou em vigor em 1958, a FDA estabeleceu a lista de produtos GRAS a fim de eliminar experiências dispendiosas com produtos químicos indiscutivelmente reconhecidos como inócuos (açucar,amido,sal,bicarbonato de sódio,etc.).

Em resultado das medidas adoptadas pela FDA, todos os aditivos utilizados antes desse ano foram considerados seguros (GRAS),infelizmente ,mais tarde verificou-se que muitos deles não eram inofensivos.

OUTRA QUESTÃO:

Se uma vitamina estiver disponível em cápsulas e em comprimidos, qual é a melhor opção?

É uma boa pergunta. Ambas têm vantagens e desvantagens.

Quanto ás vantagens das cápsulas ,muitas pessoas acham-nas mais fáceis de engolir do que os comprimidos, elas dissolvem-se mais rapidamente,aparentemente não contêm recheios ou excipientes, dado que muitos medicamentos receitados são cápsulas, parecem ser mais potentes e eficazes.

No que diz respeito ás desvantagens, as cápsulas não protegem as vitaminas da oxidação de forma tão eficaz como os comprimidos, a libertação lenta de nutrientes por meio de cápsulas é mais natural,as cápsulas são habitualmente mais claras do que os comprimidos e a ideia de que não contêm recheios ou excipientes é falsa.

Um fator que poderá ser decisivo para a sua escolha, caso seja vegetariano, é o fato de as cápsulas serem feitas de gelatina, um produto de origem animal.

Em contrapartida, a composição dos comprimidos pode ser totalmente vegetariana, mas esteja atento, pois nem todos os são.

Em caso de dúvida, pergunte ao fabricante ou consulte um médico nutricionista.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 17/07/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 17/07/2018 às 2:51 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)