Parar de Fumar é Bom para a Pele

Revisado por Equipe Editorial a 28 outubro 2018 - Publicado a 23 de setembro de 2014

Parar de fumar é bom para a pele, é a conclusão de muitos estudos que foram realizados ao longo dos anos sobre este tema.

Na verdade, desde há muito tempo que se sabe que fumar é extremamente prejudicial para o organismo, e para a pele inclusivamente. O tabaco faz com que a pele envelheça de forma mais rápida e apresente um aspecto muito mais estragado e menos cuidado.

O que acontece com o tabaco, de uma forma algo mais específica, é que um cigarro possui bastantes agentes que são tóxicos para o organismo.

Estes agentes tóxicos fazem com que aconteça a oxidação das células, entre as quais se encontram as células da pele. Esta oxidação provoca um envelhecimento mais acelerado da pele, contribuindo ainda para outros problemas.

Nomeadamente, a pele poderá também perder elasticidade, perder o seu brilho e ficar muito mais susceptível a agressões exteriores e infecções, como é o caso das micoses, por exemplo.

De uma forma mais ou menos lógica, podemos afirmar que quantos mais cigarros se fuma maior será o efeito nocivo do tabaco na pele. No entanto, a cessação do consumo de tabaco poderá produzir resultados satisfatórios no imediato.

A partir do momento em que deixemos de fumar iremos notar desde logo que a nossa pele ficará mais saudável, mais brilhante e mais rejuvenescida.

No entanto, convém ainda mencionar que deixar de fumar por si só não é suficiente caso queiramos ter uma pele mesmo bonita e bem cuidada.

Deixar de fumar é algo que deverá ser complementado com uma hidratação adequada do organismo, hidratação esta que é muito importante para a pele.

Para além disso, a ingestão de alimentos ricos em antioxidantes é também algo bastante benéfico e que pode ajudar a pele a ficar mais recuperada de forma mais rápida e a ter tendência a envelhecer a uma velocidade muito menor.