Paris Hilton

Paris Whitney Hilton, nasceu a 7 de Fevereiro de 1981 em Nova Iorque. Filha de de Kathy Hilton, uma atriz e socialite famosa e de Richard Hilton, empresário.

Paris Hilton Antes e Depois & Biografia

Paris é a mais velha de três irmãos: Nicholai Olivia “Nicky” Hilton, Barron Nicholas Hilton II e Conrad Hughes Hilton III. Foram os seus antepassados que fundaram os famosos hotéis Hilton.

Paris Hilton foi educada segundo a tradição Católica Romana e ainda hoje continua a assitir à missa. Durante a sua infância, a sua família mudou várias vezes de habituação, fazendo com que tenha vivido em zonas exclusivas como Beverly Hills, Hamptons e mesmo no famoso hotel Waldorf-Astoria Hotel, propriedade do grupo Hilton.

Com as constantes mudanças de morada da sua família foi obrigada a mudar várias vezes de escola. Frequentou a Buckley School em Los Angeles e a exclusiva St. Paul the Apostle Church and School. Posteriormente estudou no colégio privado Marywood-Palm Valley.

Já em Nova Iorque, entrou para o Convent of the Sacred Heart, curiosamente numa altura em que Lady Gaga também ali estudava. Contudo não ficou muito tempo naquela conhecida instituição, tendo-se mudado depois para a Dwight School.

Com 16 anos de idade, Paris Hilton entrou para a Provo Canyon School, uma escola virada para os adolescentes com problemas emocionais. Frequentou depois a Canterbury Boarding School, no Connecticut, de onde seria expulsa por não respeitar as regras da escola.

Voltou à Dwight School, onde já havia estado, mas acabaria por desistir dos estudos, sem concluir o correspondente ao ensino secundário. Apenas mais tarde, voltaria a conseguir o seu diploma do secundário.

Paris Hilton começou a trabalhar como modelo ainda criança, principalmente em eventos de caridade. Ao fazer 19 anos, assinou contrato pela agência de modelos, T Management, propriedade do famoso Donald Trump. Posteriormente trabalho com várias outras agências de moda como: Ford Models, Models 1 Agency, Nous Model Management e Premier Model Management.

Entre 2000 e 2002, Paris também protagonizou várias campanhas publicitárias, para empresas de nomeada como: GUESS, Christian Dior, Marciano, Tommy Hilfiger e Iceberg Vodka.

Foi durante 2001, que começou a construir o seu estatuto de socialite, junto da alta sociedade de Nova Iorque. Inicialmente, destacou-se nas páginas das colunas de vida social das publicações de Nova Iorque, mas depressa a sua fama atravessaria o mundo.

Também em 2001, participou pela primeira vez no cinema, participando como ela própria no filme “Zoolander.” No ano seguinte, foi um das protagonista do filme de terror “Nine Lives”. A sua participação neste último filme mereceu bastantes reparos, já que no papel se limitou a ser ela própria.

Contudo, o nome de Paris Hilton seria catapultado para a fama devido a um vídeo de cariz sexual, no qual ela surge como o seu então namorado Rick Salomon. O vídeo depressa correu a Internet, tornando Paris Hilton uma celebridade à escala mundial.

Pouco tempo após a divulgação do vídeo, Paris foi protagnosta do reality show da Fox “The Simple Life”, juntamente com Nicole Richie, filha do cantor Lionel Richie. A série conseguiu um enorme sucesso nos Estados Unidos e foi emitida durante três temporadas.

Uma zanga entre Paris e Nicole obrigou ao cancelamento prematuro da série, após a sua terceira temporada. Posteriormente, a série voltaria a ser emitida pelo canal E!, durante mais duas temporadas.

Em 2004, Paris lançou a sua própria marca de roupa e ajudou a conceber o design de malas, para a empresa japonesa, Samantha Thavasa. No mesmo ano, esteve envolvida na criação de uma linha de perfumes para a empresa Parlux Fragrances. O que estava previsto ser uma pequena edição, transformou-se numa enorme procura, obrigando ao aumento da produção.

Depois do sucesso do primeiro perfume “Paris Hilton”, a Parlux Fragrances lançou diversas novas fragrâncias com o nome da socialite, incluindo uma linha masculina.

Ainda em 2004, lançou a sua autobiografia, intitulada “Confessions of an Heiress: A Tongue-in-Chic Peek Behind the Pose”. O livro foi escrito pela própria, em colaboração com Merle Ginsberg. Apesar do livro ter sido arrasado pela crítica, que considerou o nível de escrita “amador”, chegou à lista dos mais vendidos, do New York Times.

No ano seguinte e novamente em colaboração com Merle Ginsberg, foi publicado novo livro “Your Heiress Diary: Confess It All to Me”.

Ainda em 2004, Hilton fundou a sua própria editora musical a Heiress Records, que se transformaria depois em editoria secundária da Warner Bros. Records. No mesmo ano, editou o seu primeiro álbum, intitulado apenas “Paris”. Apesar do começo de vendas auspicioso, que levou o álbum ao top 6 do Billboard 200 durante uma semana, as vendas cairiam depois a pique.

Em 2005, emprestou o seu nome a um grupo de discotecas, que passaram assim a ser conhecidas como Club Paris. Parceria que terminaria no início de 2007, após Paris falhar inúmeras presenças, previstas no contrato.

No mesmo ano, conseguiu o seu primeiro papel como protagonista, no filme de terror “House of Wax”. As críticas à sua prestação foram variadas, mas para um largo setor da indústria cinematográfica, a sua prestação foi inesperadamente razoável. Entrou depois em “Bottoms Up”, um filme produzido para o mercado DVD.

Desta vez a sua prestação foi mal recebida pela crítica. Meses depois participou em “Pledge This!”, mais uma obra em cuja prestação desiludiu.

Em 2008, participou no filme musical de terror, “Repo! The Genetic Opera”, no qual finalmnte conseguiu a aprovação geral por parte da crítica.

Paris Hilton é tão conhecida pela sua carreira artística como pelos seus inúmeros relacionamentos. Entre os seus ex-namorados famosos encontram-se nomes como: o modelo Jason Shaw (de quem chegou a estar noiva), o cantor Nick Carter, com o socialite grego Paris Latsis, o também grego empresário Stavros Niarchos III, o guitarrista Benji Madden, o ator Doug Reinhardt, o empresário Cy Waits, e o Dj holandês Afrojack.

Também foi várias vezes notícias devido a problemas como a justiça: em 2006 foi detida por conduzir sob a influência do álcool. Na sequência do incidente recebeu uma multa de 1500 dólares e proibição de conduzir durante 3 anos. Logo depois foi apanhada várias a conduzir, violando a sentença.

Foi novamente julgada e condenada a uma pena de 45 dias de prisão, pena que foi posteriormente alterada para 40 dias de prisão domiciliária com pulseira eletrónica. Após cumprir os 40 dias em casa, o juiz que havia assinado a sentença original, ordenou que Paris Hilton cumprisse a pena inicialmente decretada, o que obrigou Paris a ficar detida no Century Regional Detention Facility.

Já em 2010, foi detida por suspeita de posse de cocaína e condenada a 200 horas de serviço comunitário.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 4:51 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)