Peso Pesado

Peso Pesado (1ª edição). O aspecto fisico sempre foi muito importante para o ser humano desde os seus primórdios, mas se antes era por um aspecto totalmente primitivo no prolongamento da espécie, evoluiu depois nos últimos séculos para algo de mais profundo podendo-se através do fisico de alguém saber a que raça pertence, a que parte do globo, quais as suas tendências de moda, as suas posses económicas, entre muitos outros factores que tornam a nossa sociedade tão complexa.

O peso tem sido por isso sempre alvo de muitas oscilações, pois se antigamente se dizia que “gordura é formusura”, basta para isso ver os quadros e estátuas antigas, obras de arte onde a mulher se queria roliça e o homem com um porte mais ou menos atlético. Actualmente tudo mudou, a primazia foi dada á magreza, um extremo que leva por vezes á bulimia e a outros factores de risco da saúde, no entanto com a velocidade da vida moderna, com o aparecimento da fast-food e ainda com o crescimento do sedentarismo, as diferenças de peso tornaram-se cada vez mais dispares, ou muito magro ou muito gordo, fazendo desaparecer aos poucos aquela faixa cinzenta de pessoas ditas “normais”.

Com o aparecimento há alguns anos do fenómeno reality-show seria apenas uma questão de tempo até que a televisão explorasse de alguma forma o filão das pessoas mais fortes. Desta forma acabaria por nascer nos Estados Unidos da América o programa “The Biggest Loser” (agora em português, “O peso pesado”).

O conceito do programa é à partida bastante simples, cerca de doze concorrentes de grande porte fisico, são seleccionados para o programa a partir das suas candidaturas feitas on-line, via correio, e onde além de um inquérito é pedida uma gravação vídeo sobre a sua situação actual e os motivos pelos quais a pessoa concorre.

Após um escolha inicial os primeiros candidatos são submetidos a vários testes médicos, e só após esta fase é que são seleccionados os concorrentes para ingressar no “Biggest Loser Ranch”, uma quinta perdida no meio de Los Angeles. Nesta quinta que lhes servirá de retiro durante várias semanas, os concorrentes dispõem de quarto, ginásio, piscina, uma vasta área de campo para passear e para os seus desafios e muitas outras instalações prontas para ajudá-los a perder peso.

Até aqui o concurso não foge muito ao conceito Big Brother tão sobejamente conhecido do público, mas ao contrário de muitos outros reality shows que não vingaram, o Biggest Loser conta com dois factores que todos os outros não têm: o facto de todas as pessoas se reverem nos concorrentes e no seu drama com a perda de peso, e ainda com os dramas pessoais que os assolam durante a estadia na quinta.

Nos Estados Unidos este programa teve já várias vertentes, ora os concorrentes participam a titulo individual, ora a pares de amigos, pares de familia, pares de desconhecidos, etc.

Á chegada à quinta passam desde logo por uma prova “leve” que os leva a quebrarem o seus sedentarismo e a sua rotina, quer seja a correr um quilómetro, quer seja a suportarem o seu próprio peso, entre outras provações.

Depois segue-se a sua divisão por cores e por equipas, quer seja duas equipas de seis pessoas (uma preta e uma azul), quer sejam seis equipas de duplas com várias cores.

O Objectivo é simples além de competirem uns com os outros têm de perder peso semanalmente.

Durante a semana os concorrentes são submetidos a cerca de oito horas de ginásio diárias, mais algumas noções de nutrição que há muito se haviam perdido na sua mente, e ainda algumas surpresas.

Estas supresas prendem-se exactamente com o jogo, os concorrentes são levados ao seu extremo psicológico mas acima de tudo fisico, em vários desafios que lhes vão sendo colocados.

O vencedor ou vencedores destes desafios recebem imunidade na pesagem dessa semana, não podendo assim sair do programa, uma vantagem de meio quilo aquando da pesagem, um video de casa para poder matar as saudades da familia, entre muitos outros.

É no entanto no final de cada semana que tem lugar o factor mais importante e decisivo deste jogo, a pesagem.

As equipas dirigem-se em simultâneo ao estúdio para serem pesadas, uma pesagem que pode ser efectuada por equipas ou a titulo individual.

Nesta altura os nervos assolam os concorrentes pois encontram-se cara a cara, salvo seja, com o seu inimigo mais temido a balança, e ela revelará se os concorrentes perderam o peso necessário para continuarem mais uma semana no concurso.

Os concorrentes ou equipa que tiver a menor perda de peso a nivel percentual enfrentará a sala da expulsão.

Já na sala da expulsão os concorrentes acabam por expulsar um membro da equipa, muitas das vezes entre lágrimas e algumas acusações de traição.

Nos Estados Unidos da América o Biggest Loser conta já com onze edições, tendo recebido mais de cem concorrentes, em que a cada nova edição do concurso são conhecidos casos mais dramáticos e extremos a nivel de peso.

E por terras do tio Sam o programa transformou-se num verdadeiro fenómeno transcendendo o que muito poucos conseguiram, alcançar o público de forma transversal, conseguir que a sua imagem esteja espalhada e seja difundida por várias dezenas de produtos, que vão desde barras energéticas, a produtos de desporto e ainda consolas de jogo como a Wii.

Estes patrocinios permitirão ás marcas aparecerem como marcas que promovem estilos de vida saudáveis mas também como marcas que ajudam a comunidade em geral a perder peso.

Algumas destas marcas em troca da tão desejada publicidade e reconhecimento do público acabam por oferecer cheques aos vencedores dos desafios para uma obra de caridade que estes desejem ou então para a compra de equipamento desportivo para as escolas das respectivas comunidades dos concorrentes.

Uma das marcas associadas ao programa desde o primeiro dia é a SubWay, uma cadeia de comida onde são vendidades, que já esteve presente em Portugal, e que através do programa tem promovido os seus menus de sandes e saladas, levando a um aumento exponencial nos seus consumidores.

Até agora o “The Biggest Loser” chegava a Portugal através do canal por Cabo, SIC Mulher, onde começou lentamente a conquistar as espectadoras e espectadores nacionais, tornando-se num fenómeno de audiências do canal temático de Carnaxide.

Este fenómeno acabaria por chamar a atenção dos responsáveis do canala mãe SIC, que acabariam por decidir apostar no formato .

O Biggeste Loser encontra-se presente em mais de uma dezena de países e chegou a Portugal, no inicio de Abril de 2011.

A produtora Freemantlemedia e a SIC escolheu como local para os concorrentes ficarem alojados durante a sua permanência no programa, a Herdade da Boavista, localizada em Alcacer do Sal.

No caso americano os treinadores Bob e Jillian viram a sua já afortunada carreira ter um novo impulso e reconhecimento, tornando-os em verdadeiras vedetas das dietas, acabando por lançarem produtos associados ao programa como videos de emagrecimento ou a sua imagem comprada por marcas que querem passar ao público uma imagem mais amiga da saúde. Com o tempo o programa acabaria por adquirir uma maior interactividade com o público, durante a sua emissão os treinadores dão dicas de alimentação e de treinos para que os espectadores possam começar a mudar a sua vida em casa.

No site do programa (http://www.nbc.com/the-biggest-loser/) o espectador encontra além das conhecidas dicas, também receitas e produtos que o ajudarão a perder peso a partir da sua casa. Ainda no caso americano, com a recente crise o programa criou a iniciativa “Pound for pound” (em tradução livre, “quilo por quilo”), onde foi feito um desafio aos americanos, depois de se inscreverem nesta secção do site do programa, por cada quilo que a pessoa perca será doado um quilo de comida a quem dela necessita, até ao momento foram doados mais de um milhão de quilos em conjunto com uma cadeia de produtos alimentares associada à iniciativa.

Atualização

Concorrentes do Peso Pesado 1ª Edição Antes e Depois em fotos

Tiago

Susana

Ruben

Cristina

Karen

Maria José

Marcia

Sandra

João

Vanessa

Fabio

Rodrigo

Paula

Paulo

Ana

Ricardo

Filipe

Tania C

Fatima

Em Video

Veja também: Peso Pesado 2ª edição

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Esta matéria tem 1 Comentário
  1. Delfina Moreira Reply

    eu fiz um Tep pulmonar depois de uma cirgia abdominal estou a ficar com mais pezo o que devo fazer para nao engordar fui a 6 mezes. obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 3:56 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)