Planeta Vénus - Fotos Antes e Depois
Fotos Antes e Depois

Planeta Vénus

A deusa romana Vénus (com equivalente grego de Afrodite) é a deusa do amor e da beleza. Ao planeta mais próximo da Terra foi dado este nome por ser o planeta mais brilhante aos olhos dos antigos (de facto, com algumas excepções, as características da superfície de Vénus têm nome de figuras femininas). O planeta Vénus é conhecido desde as eras pré-históricas, uma vez que é o objecto mais brilhante no céu, com excepção feita ao Sol e à Lua. Quando atinge o seu maior brilho, Vénus é 16 vezes mais brilhante do que Sirius, a estrela mais visível da Terra. Como Mercúrio, também chegou a ser considerada dois corpos diferentes, uma vez que se apresentava como estrela matinal e estrela nocturna.

Vénus é o segundo planeta mais próximo do Sol. Visto da Terra é o planeta mais brilhante, e se soubermos para onde olhar, é até possível vê-lo durante o dia. De noite, brilha o suficiente para emitir sombras. O seu brilho deve-se a dois factos: primeiro está bastante perto da Terra quando comparado a outros planetas; segundo é extremamente reflectivo e muita da luz solar que em si incide, reflecte-se. Em certa altura da sua história, pensou-se que Vénus seria um planeta tropical rico em vegetação. Era muito difícil averiguar sobre a superfície do planeta uma vez que este estava sempre coberto de nuvens.

A primeira nave especial a visitar o Planeta Vénus foi o Mariner 2, em 1962, e o planeta foi mais tarde visitado por muitas outras (mais de 20 até agora), incluindo a Pioneer Venus e a soviética Venera 7, a primeira nave a aterrar noutro planeta, e Venera 9 que regressou com as primeiras fotografias da superfície do planeta. Muitas destas sondas e naves não aguentaram muito tempo, o que rapidamente se entendeu: a temperatura ao nível da superfície ultrapassava os 480 ºC (é o planeta mais quente de todo o sistema solar), a pressão atmosférica era 90 vezes a da Terra e a atmosfera era altamente corrosiva. Basicamente, ao enviarmos uma sonda para Vénus, corremos um enorme risco de a ver derreter, explodir ou enferrujar.

As temperaturas extremamente altas do planeta podem ser explicadas pelas enormes quantidades de dióxido de carbono na atmosfera (o componente corresponde a cerca de 96% da constituição da mesma) que levaram ao desenvolvimento de efeito de estufa; desta forma, observar Vénus poderá fazer-nos entender um pouco melhor a importância do futuro da Terra. A olho nu ou com binóculos, Vénus parece uma estrela muito brilhante. Com um pequeno telescópio, podemos ver as várias fases do planeta conforme a sua posição em relação ao Sol se vai alterando.

Há várias camadas de nuvens compostas essencialmente por ácido sulfúrico (composto provavelmente vindo da intensa actividade vulcânica sentida nos primórdios da história do planeta e que, pelas altas temperaturas sentidas, nunca tem a oportunidade de se condensar em chuva). Existem ventos muito fortes (350 km/h) ao nível das nuvens, todavia, à superfície o vento não é mais forte do que uns poucos km por hora.

A rotação do Planeta Vénus é, em alguns aspectos, invulgar, uma vez que não só é extremamente lenta (um dia em Vénus corresponde e 243 terrestres) como ocorre também em sentido contrário à maioria dos planetas do sistema (tal como Urano e Plutão, o que quer dizer que o Sol nasce a Este e se põe a Oeste, ao contrário do que sucede na Terra).

Em termos de dimensão, é também o planeta mais próximo da Terra, sendo que o seu raio de 6052 km corresponde a cerca de 95% do do planeta azul. Tal como a Terra, Vénus tem poucas crateras, o que indica uma superfície relativamente jovem, e a sua composição também não é assim tão diferente do nosso planeta. Por causa destas similaridades, chegou a pensar-se que, por debaixo das imensas e densas nuvens, Vénus poderia ser muito semelhante à Terra e ter mesmo vida. Contudo, um estudo mais cuidado do planeta irmão revelou que em vários aspectos cruciais, Vénus era radicalmente diferente da Terra sendo, aliás, um dos locais menos hospitaleiros para a existência de vida em todo o sistema solar.

Vénus não tem satélites nem campo magnético. A falta deste último deve-se, provavelmente, à sua rotação lenta.
Em alguma altura da sua existência, Vénus deverá ter tido grandes quantidades de água, tal como a Terra, mas esta terá evaporado, sendo que hoje em dia, o planeta é bastante seco. Se a Terra estivesse um pouco mais próxima do Sol, teria tido o mesmo destino. O interior de Vénus é provavelmente semelhante ao da Terra: um núcleo de ferro de aproximadamente 3000 km de raio, um manto rochoso cobrindo a maioria do planeta e uma crosta mais forte e densa que a nossa.

O terreno mais velho de Vénus deverá ter à volta de 800 milhões de anos. A actividade vulcânica do planeta na altura terá “arrancado” a superfície mais antiga, incluindo crateras de história passada. Não existem crateras de pequenas dimensões em Vénus o que indica que os meteoritos mais pequenos se terão desfeito na atmosfera densa antes de atingirem a superfície. As crateras de Vénus estarão então na origem de embates com meteoritos grandes que, todavia, se terão partido na atmosfera.

O seu período de rotação, como referido acima, tem a duração de 243 dias, que curiosamente é maior do que um ano que dura apenas cerca de 225 dias. A 8 de Junho de 2004, Vénus passou directamente entre a Terra e o Sol, aparecendo como um grande ponto negro no Sol. Este acontecimento, conhecido como “trânsito de Vénus” é bastante raro: o último ocorreu em 1882, o próximo será em 2012 e depois desse só mesmo em 2117.

Planetas do Sistema Solar:

Planeta Mercúrio
Planeta Terra
Planeta Marte
Planeta Júpiter
Planeta Saturno
Planeta Úrano
Planeta Neptuno
Planeta Plutão

One Comment

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *


  1. se venus tive-se um movimento de rotação semelhante ao da terra, digo 24hs, talves assim digo ele poderia ser propicio a vida como a da terra.
    com isso averia um resfriamento da atmosfera e até movimentação em seu nucleo.

    isso seria possivel?

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *



Seguir fotosantesedepois.com

Siga-nos na rede social Facebook e receba dicas sobre os temas de saúde mais atuais.

Facebook Fotos Antes e Depois
Receber Dicas de Saúde?

Se está interessado/a em receber no seu Email, dicas de saúde, remédios caseiros..., subscreva a nossa newsletter.

Contacte-nos

© 2018 Fotos Antes e Depois | Politica de Privacidade