Policitemia Vera - Tratamento, Sintomas, Causas e Diagnostico
Fotos Antes e Depois

Policitemia Vera

Atualizado em 18 agosto, 2016

POLICITEMIA VERA – SINTOMAS, CAUSAS E CARACTERISTICAS DO DIAGNOSTICO
Este é um Distúrbio mieloproliferativo adquirido, com hiperprodução de todas as três linhagens de células hematopoiéticas; predomínio de eritrocitose.
Alguns dos principais sintomas são Prurido (especialmente após banho quente), zumbido, visão turva em alguns casos. Tromboses venosas, frequentemente em locais incomuns (p. ex., trombose da veia esplênica ou porta); pletora, esplenomegalia.
Eritrocitose; eosinofilia, basofilia e trombocitose são comuns; aumento de massa eritrocitária total, po2 normal.
Vitamina B12 sérica aumentada; níveis leucocitários de fosfatase alcalina habitualmente elevados; hiperuricemia.
Maior incidência de leucemia em um estágio avançado da evolução; incidência mais alta de úlcera péptica.

DIAGNOSTICO DIFERENCIAL
. Hipoxemia (doença pulmonar ou cardíaca, alta altitude)
. Carboxiemoglobina (uso de tabaco)
. Certas hemoglobinopatias caracterizadas por ligação firme ao o2
. Eritrocitose congênita (mutações ativadoras do receptor Epo ou gene VHL)
. Tumores secretores de eritropoietina
. Doença renal cística
. Eritrocitose espúria, com redução do volume plasmático e massa eritrocitária normal alta (sIndrome de Gaisbock)
. Outros disturbios mieloproliferativos

POLICITEMIA VERA TRATAMENTO
Flebotomia até Hct < 45%.
Hidroxiuréia, se as contagens de leucócitos e plaquetas estiverem elevadas ou se o paciente não tolerar a flebotomia. Terapia mielossupressora com fosforo radioativo (p32) ou agentes alquilantes apenas para pacientes com necessidades altas de flebotomia, prurido refratário ou trombocitose intensa.
Evitar ferro medicinal; dieta pobre em ferro.
Ácido acetilsalicílico, 81-100 mg/dia, é seguro e eficaz na redução do risco de trombose em todos os pacientes, sem aumentar
expressivamente o risco de sangramento.
Profilaxia da trombose venosa profunda para qualquer procedimento cirurgico ou período prolongado de imobilização.

Dica
Não administrar ferro a um paciente com anemia decorrente de ulcera hemorragica e baço palpavel – a hemorragia pode estar ocultando essa doença.

Atualizado em 18 agosto 2016

13 Comentários no Fórum

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *


  1. Fui diagnosticado com policetemia vera há 2 meses. estou fazendo sangria e tomando aspirina, na última consulta, meu médico me receitou hydrea de 500 mg., estou preocupado com os efeitos colaterais. gostaria de saber mais sobre esse medicamento.

  2. Depois de hemograma completo e exames da medula óssea foi diagnosticada Policitemia Vera em mim. Fiz sangrias e tomo hidroxiureia, uma cápsula em jejum. Com o aumento para duas cápsulas houve uma queda substâncial das plaquetas, dos leucócitos, das hemácas. Com a suspensão da hydrea os índices dos componentes citados voltaram a subir e agora estou tomando uma cápsula novamente, fazendo hemograma entre 15 e 21 dias,para controle com visitas à hematologista.

  3. Descobri o ano passado policitemia vera no meu filho de 3 anos,gostaria de saber se conhecem alguma crianca com a doenca,pois gostaria de contato,meu filho esta sendo tratado e no momento realiza apenas sangrias,gostaria d saber mais sobre a doenca!deixo meu contato tel 11 986983967 Ana.

  4. Fiz um hemograma e apresentpu VGM alterado para alem do valor maximo. Sera que tenho essa doença? Me ajudem..

  5. Boa Noite, fui diagnosticada com policetemia vera em 2001, hoje tenho 49 anos,no comeco do tratamento fiz sangria e radioterapia; hoje controlo com o remedio Hidrea.

  6. meu pai esta com policetemia mas ainda naõ diagnosticou qual o grau, gostaria de saber o tratamento e se ele corre risco de morte subta?

  7. Também tenho policitemia vera diagnosticada em 2003, data em que comecei o tratamento com flebotomias e com hidroxiureia.

    Claro que a doença é muito mais antiga porque eu já há anos que tinha os sintomas como são descritos na net, prurido, rubor, tive duas tromboses venosas profundas na perna direita, mas os médicos não acertavam no diagnóstico, até que em 2009/2010 tive a sorte de encontrar um médico de família e uma médica do Hospital de Castelo Branco-Portugal, que se interessaram em descobrir o que se passava.

    Se alguem quizer falar mais comigo sobre a doença estou aberto ao dialogo através do msn [email protected]
    obrigado

  8. Boa noite gente….

    Gostaria de saber mais sobre esta doença e sobre os possíveis tratamentos.
    se possível gostaria q vcs disponibilizassem um e-mail, site ou endereço de rede social para troca de contatos/ experiências…
    Obrigada!

  9. Nos comentários anteriores, notei q uma pessoa falou q teve PV, me causou espanto pois sou portador de Policitemia Vera com alteração em Jack 2, realizo sangrias, já tomei o hidróxido de uréia – Hydrea, aonde comprei no site: www. panvel. com. br, eles dividem em doze vezes. De acordo com estudo em Chicago ainda não existe a cura. Quem tem PV tem é como outras doenças sem cura ainda. Só controle com seu Hematologista e ter fé. Abraço Ricardo Ramsés

  10. tive policitemia vera a 25 anos controlada com sangrias,por 7 anos, após esse período estabilizou.Agora estou com anemia pode ser da doençla?

  11. Boa noite,

    Gostaria de saber mais sobre esta doença.
    Obe posso pesquisar?

    Obrigado

  12. Boa tarde
    Meu esposo tem policitemia vera ha 2 anos. Ele esta com hipotencia sexual pode ser da doença?

  13. Boa tarde
    Devido o aumento no numero e tamanho das celular dos globulos vermelhos, pode haver uma oxigenação deficitaria no cerebro e como consequencia perda neural?

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *