Porto

A Ribeira do Porto é muito provavelmente o local mais turístico da cidade do Porto. E são muitas as razões que lhe dão esse estatuto: a proximidade do rio, as vistas para as pontes e barcos rabelos e a possibilidade de visitar as caves de Vinho do Porto, do outro lado da margem, em Vila Nova de Gaia. Por isto tudo e pelo seu interesse patrimonial, em Dezembro de 1996, o centro histórico do Porto foi classificado, pela UNESCO, como Património Cultural da Humanidade.

Nos barcos típicos, rabelos de seu nome, é possível fazer viagens até à foz do rio Douro e fazer um passeio que contempla a passagem por baixo das pontes que unem o Porto a Vila Nova de Gaia: Arrábida, D. Luís, Infante, D. Maria Pia e S. João, dando a volta junto à ponte do Freixo.

Um cálice do vinho ao qual a cidade emprestou o nome.

Para além do rio, a cidade tem uma costa que, apesar de contar com pouco areal, começa agora a ser mais frequentado, como em tempos de outrora. Fazer a marginal ribeirinha é uma das propostas para quem quer conhecer a cidade, “da Ribeira até à Foz”, como diz uma conhecida música de Rui Veloso e Carlos Tê.

A Baixa é também um centro turístico, quanto mais não seja pelo comércio tradicional e restaurantes típicos que servem a iguaria nortenha, acompanhada de molho picante, a conhecida francesinha. Mas a cidade tem à mesa outra iguaria gastronómica muito conhecida: as tripas à moda do Porto.

Também é na Baixa que pode ficar a conhecer cafés emblemáticos como o Majestic, ou o Guarany, e ali perto ver o edifício da Câmara Municipal do Porto e o ex-libris da cidade: a Torre dos Clérigos.

Apesar de ser a Nossa Senhora de Vandoma, a santa padroeira da cidade, é à volta de São João que os portuenses fazem a sua maior festa, com rigores de tradição. A noite mais longa do ano na Invicta celebra-se de 23 para 24 de Junho e não pode faltar sardinha assada, manjerico, alho-pôrro, fogo-de-artificio e os muito característicos martelinhos de plástico nas festas sanjoaninas.

A Não Perder:

Sé do Porto
Restaurante BB Gourmet Bull & Bear
Edifício da Livraria Lello & Irmão

Outras Sugestões:

Onde ir

– Avenida dos Aliados
– Estação de São Bento
– Forte de São Francisco Xavier / Castelo do Queijo
– Igreja de São Francisco
– Majestic Café
– Palácio da Bolsa
– Ponte de Dom Luís
– Torre dos Clérigos

O Que Ver

– Casa da Música
– Museu de Arte Contemporânea de Serralves
– Museu Nacional de Soares dos Reis

Onde Comprar

– Mercado do Bolhão

Onde Comer

– Restaurante Shis

Onde Dormir

– Hotel Porto Palácio Congress – Hotel & Spa
– Hotel Sheraton Porto – Hotel & Spa

O que Fazer

– Jardins do Palácio de Cristal do Porto
– Conhecer o Parque da Cidade do Porto

Porto, tem o encanto de uma cidade cheia de tradições, história, cultura e orgulho. A sua zona ribeirinha é, ao mesmo tempo, uma área de trabalho e lazer o que confere a esta parte da cidade um colorido invulgar.

Capital Europeia da Cultura em 2001, a cidade do Porto conheceu um notável desenvolvimento nos últimos anos. Novos hóteis, restaurantes, centros comerciais, investimento na zona ribeirinha, comércio de luxo, têm inovado e renovado esta cidade de trabalho, negócios, apego às tracições, cafés, vinho e boa gastronomia, culto pelo futebol…

A par do Porto Românico, como a Sé Catedral, Neoclássico, como o edifício da Alfandega Nova (onde se encontra o Museu dos Transportes e Comunicações) e o Palácio da Bolsa, do Porto Barroco de que se destacam a Igreja e Torre dos Clérigos, o Paço Episcopal, o Palácio do Freixo e alguns acrescentos da Sé Catedral , a cidade cujo centro histórico foi declarado patriminónio mundial pela UNESCO em 1977 tem hoje como imagem de marca a Fundação de Serralves. Situada no Parque com o mesmo nome, que constitui um notável exemplo do paisagismo do século XX, é na Casa de Serralves, de estilo Art Déco, que se argue o Museu Nacional de Arte Contemporânea, que alberga a mais importante colecção de arte moderna do país.

A localização da cidade junto ao rio, cujas margens são utilizadas para cultivo da vinha que dá origem ao Vinho do Porto, oferece aos visitantes a possibilidade de fazer um agradável passeio no rio Douro.

Outros locais de interesse:

Paços do Concelho;
Igrega da Misericórdia;
Museu Soares dos Reis;
Museu do Papel Fiduciário (Museu do Dinheiro);
Museu do Macieirinha (Museu Romântico);
Jardins do Palácio de Cristal;
Mercado Ferreira Borges;
Café Majestic;
Livraria Lello;
Caves do Vinho do Porto.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 3:12 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)