Implante de Silicone nos Glúteos: Preço, riscos, tamanho a escolher, outras opções

Revisado por Equipe Editorial a 27 junho 2018 - Publicado a 28 de outubro de 2009

De acordo com a Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos o aumento dos glúteos é um dos procedimentos cirúrgicos de maior crescimento em todo o mundo.

A colocação de implantes de silicone aumentou cerca de 18% entre 2015 e 2016, enquanto os procedimentos de lipoenxertia (onde literalmente é injetada gordura no mesmo local) aumentou 26% durante o mesmo período.

Implante De Silicone Nos Glúteos, Preço, Riscos, Tamanho A Escolher, Outras Opções

Foram totalizados 20.673 procedimentos para o aumento do bumbum só nos EUA em 2017.

No entanto, alguns médicos admitem que nem todos os pacientes ficam felizes depois de realizar o procedimento – e em alguns casos é solicitada a reversão da cirurgia.

Sendo estes dados de conhecimento público, será que o aumento dos glúteos vale realmente a pena?

Existem algumas questões que devem ser esclarecidas antes de realizar o procedimento – que não é assim tão barato 🙁

O enxerto de gordura é o método mais popular (e melhor!)

O enxerto de gordura é o método mais popular atualmente para o aumento do bumbum. Durante o procedimento – também chamado de gluteoplastia e bumbum brasileiro, o médico começa por realizar uma lipoaspiração – removendo a gordura de uma área onde não é desejada, como o abdõmen, coxas ou parte superior das costas, e injeta essa mesma gordura nos glúteos.

Os resultados são imediatamente visíveis, no entanto, o paciente só verá o resultado final um ano após a cirurgia, período necessário para o corpo formar novos vasos sanguíneos e incorporar verdadeiramente a gordura enxertada no local.

Riscos da lipoenxertia

Existem alguns riscos associados ao método, como coágulos sanguíneos, alterações na sensibilidade e embolia gordurosa (quando a gordura é liberada na corrente sanguínea).

No entanto, a maioria dos especialistas defende o enxerto de gordura como a opção número um para o aumento do bumbum, uma vez que tem um risco menor de infecção e, se a paciente ganhar peso, o local crescerá de igual forma.

Quanto custa?

O preço médio do enxerto de gordura varia entre 3500€ a 4500€ – e a maioria dos planos de saúde não cobre o procedimento.

A 2ª opção será optar por implantes de silicone

Qual O Melhor Tamanho De Implantes Para Escolher

As pacientes muito magras – que não têm gordura suficiente para a realização de uma lipoaspiração, podem não ser elegíveis para a lipoenxertia, e nestes casos são boas candidatas aos implantes.

Os implantes de silicone exigem uma cirurgia ambulatorial de algumas horas em que o cirurgião insere as próteses no local pretendido.

Durante a cirurgia, o cirurgião realiza uma incisão no vinco vertical e, se seguida, desliza os implantes de silicone para dentro ou para cima do músculo glúteo de cada lado.

Resultados antes e depois

Clique para ver as imagens: 1, 2, 3, 4, 5, 6

Tempo da cirurgia: cerca de 2 horas.

Tipo de Anestesia: epidural.

Tempo de internamento: 1 dia.

Cicatrizes: A cicatriz fica localizada no sulco interglúteo. É imperceptível.

Regresso ás atividades: após 10 dias a paciente já pode conduzir. Depois de mês e meio pode regressar à pratica de esportes.

A saber

Risco E Problemas Com Os Implantes De Silicone No Bumbum

A técnica de colocação varia entre os médicos, no entanto a colocação intramuscular (dentro do músculo) é a ideal.

A maioria das pacientes que realizaram a colocação de implantes e estão insatisfeitas com o resultado usaram a técnica acima do músculo.

Esta é sem dúvida a pior metodologia – uma vez que os implantes têm a tendência a afundar com o tempo, formando ondulações e covinhas no local – em oposição a uma aparência mais natural, obtida com a colocação intramuscular.

Normalmente o cirurgião costuma usar a abordagem com a qual se sente mais confortáveis, portanto, em caso de dúvida, pergunte sempre ao médico que tipo de posicionamento ele usa, ou recomenda.

Quanto custa?

O preço da colocação de implantes de silicone custa em média 3500€ a 4500€ e, mais uma vez, a maioria dos planos de saúde não cobre a cirurgia ou qualquer complicações resultantes.

Quanto maior o implante, maior o risco

A maioria das mulheres vai à consulta inicial com uma ideia do que pretende, o volume desejado…, no entanto as recomendações de alerta são a mulher não ter expectativas de grandes mudanças.

A maioria dos médicos não recomenda e recusa a colocação de implantes superiores a mais de 350 centímetros cúbicos – o que equivale a cerca de uma xícara e meia de líquido – mesmo quando os pacientes imploram, como às vezes o fazem – porque oferecem maiores riscos.

Implantes de maiores volumes obrigam a maiores incisões, além de oferecerem um maior risco de se moverem do local pretendido após o procedimento cirúrgico. (Ver Imagem).

O que diz a ciência

Em 2013 foi realizado um estudo em que se verificou que 38 por cento das pacientes com próteses de silicone superiores a 350 centímetros cúbicos inseridas acima do músculo, relataram complicações após a cirurgia.

O efeito colateral mais comum relatado no estudo foi a separação incisional (7,9 por cento das pacientes). Cerca de 5% das pacientes necessitaram de uma segunda cirurgia e 4,2% tiveram dores que duraram mais de 12 semanas.

Quase 4% das mulheres desenvolveram seromas – quando o líquido se acumula sob a pele, e 3,6% desenvolveram infecções menores que não exigiram a remoção dos implantes.

A remoção dos implantes foi necessária em 3,8% das pacientes por motivos como – infecção grave, dor crônica e seromas crônicos.

Recuperação e Pós-operatório

A recuperação é difícil – não importa o método.

Quer opte pelo enxerto de gordura ou pelo implante, a paciente não se vai poder sentar ou deitar de costas durante três semanas após a cirurgia – o que geralmente impossibilita tarefas simples como trabalho e escola.

A vida normal é colocada em espera! A mulher precisa estar comprometida com a operação. Não é para os fracos de coração!

Depois de determinada a passar pelo procedimento, examine cuidadosamente o cirurgião e a clínica. Verifique o Website do cirurgião escolhido para ver fotos antes e depois dos seus pacientes e converse com outras mulheres que se submeteram ao procedimento.

Escolha sempre um cirurgião plástico certificado e com larga experiência no procedimento – e não se esqueça de fazer algumas perguntas sobre como o seu bumbum ficará com o tempo, se você é uma boa candidata à cirurgia e quais as opções em caso de insatisfação com o resultado.

Não seja atraída por médicos ou clínicas inescrupulosas, localizadas em outros países, promovendo procedimentos mais baratos.

“Não procure por “barato” nem escolha uma clínica só porque o procedimento é mais barato”, ok!

“Este é o seu corpo, e o implante é para sempre. Então escolha um cirurgião realmente bom no que faz”.

Faça o que fizer, não receba injeções de silicone

Em 2017, foi emitida uma advertência contra o uso de injeções de silicone para fins de contorno corporal, nos EUA.

O alerta foi emitido em resposta a um aumento nos casos de pacientes que receberam injeções ilegais de silicone administradas por profissionais médicos não licenciados.

Estes serviços são comercializados como uma alternativa mais barata à cirurgia plástica – fuja deles!

Os riscos das injeções de silicone ilegais são ainda piores do que se possa imaginar: trata-se de silicone solto dentro do nosso organismo – em oposição ao silicone usado nos implantes fechados.

Estes métodos podem ser perigosos e até fatais.

A injeção com estes materiais pode causar desfiguração e cicatrizes significativas. “Não existe lugar para isto na medicina – praticamente 100% dos pacientes durante a sua vida vai desenvolver problemas”.

O agachamento pode ser realmente a sua melhor opção

Exercícios Para Aumentar Os Glúteos

A cirurgia oferece o sonho de uma solução rápida – mas arriscada, cara e, bem extrema. No entanto, existem “soluções naturais” que ajudam a promover o aumento dos glúteos – os exercícios de academia.

A realização de exercícios que visam trabalhar e aumentar o volume dos glúteos – como agachamentos, elevações de pernas (ou prensa de pernas), entre outros – apesar de não oferecerem resultados tão rápidos, são sem dúvida o melhor caminho.

Conheça 30 Alimentos que Aumentam os Glúteos em Poucas Semanas