Purificar a água

Purificar a água – Cuidados a ter com a água que se bebe em viagem

Se perguntar a algum turista qual a indisposição mais comum durante o período de férias, de certeza que a resposta é: dores de estômago e diarreias.

Por mais cuidados que se tenha, é sempre difícil controlar o que se come, e o que se bebe. A maioria dessas indisposições, deve-se ao facto de você não ter nem ideia da água que bebe.

A maioria das pessoas não se questiona sobre esse problema. Um dos hábitos que se verifica frequentemente é encher garrafas de água em locais que não conhecemos.

Se o fizer num local que seja estranho, corre um enorme risco.

Para o seu bem, tenha cuidado, se não sabe a partir de agora vai ficar a saber que a água transporta: pesticidas, vírus, bactérias e salmonelas.

Afinal, nomes não muito agradáveis, que no seu organismo podem ser terríveis e estragar a viagem com que tanto sonhou.

Quando estiver de saída lembre-se que chegou o momento tão esperado, e que agora é tempo de desfrutar a vida. Afinal passou o ano inteiro a trabalhar e agora é tempo de descansar e descontrair.

Quando se fala em água, não se esqueça do gelo, que no verão é uma tentação para quem quer ficar mais fresco.

Se tomar bebidas com água fervida ou engarrafada, pode ficar sossegado, mas tenha sempre em atenção os sumos de fruta, o leite e as saladas.

E claro, a fruta também pode ser lavada com água não purificada, por isso cautela, o melhor será descascá-la.

Os cafés e chás são feitos com água fervida, por isso estão livres de suspeita, mas se está em grandes altitudes o melhor será deixar ferver por mais de 5 minutos, assim terá a certeza de que os micróbios desapareceram.

Outra solução são os filtros, embora estes só filtrem as bactérias maiores, as mais pequenas podem ir parar directamente á sua barriga.

Estes filtros não são cem por cento seguros, e o que acontece é que deixam passar algumas impurezas mais finas. Sendo assim embora este método seja uma possibilidade, todo o cuidado é pouco.

Finalmente ainda se pode recorrer aos tratamentos químicos, que para além de não serem infalíveis, deixam um gosto desagradável na boca.

Aqui pode encontrar as pastilhas de cloro, e o iodo. Mas não exagere porque iodo a mais não é aconselhável, e o mais provável era ficar com graves problemas.

A água é um bem necessário, mas como todos os bens há que ter sempre cautela. Se realmente quer passar umas férias da melhor maneira possível, tente tomar atenção ás bebidas.

Não se esqueça também de ter em atenção os alimentos naturais, isto é que não tenham tido fervura, estes podem também transmitir viroses, uma vez que são passados por água.

Se tudo isto é uma grande confusão, e não tem paciência para estas coisas, então transporte consigo apenas um jarro de ferver água.

Desta maneira pode andar prevenido, e ferver a água de maneira a que esta fique livre de todos os micróbios e impurezas que transmite.

Claro que você deve estar a pensar “mas com tantos cuidados onde sobra o tempo para passear?”, pense que será melhor dispor de alguns minutos do seu dia para sua própria segurança, do que ir parar a um hospital ou então, ficar dias de cama com problemas que você poderia ter evitado.

Conheça os 5 Benefícios Incríveis de Beber Água Morna com Mel de estômago vazio

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 3:13 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)