Quando e Quantas Ecografias devo Realizar Durante a Gravidez?

Fique a saber Quando e Quantas Ecografias devo Realizar Durante a Gravidez?

O médicos especialistas aconselham fazer três, coincidindo estas com os trimestres da gestação.

Poderiam até realizar-se mais mas estaríamos a entrar numa discussão acerca da sua utilidade e até do seu custo.

O que realmente importa é aproveitar ao máximo cada observação e que a futura mamã esteja informada quer do que se está a fazer, quer dos resultados que podem advir de cada exame.

A primeira realiza-se entre a décima e a décima quarta semana depois da última menstruação.

Serve para comprovar que o embrião/feto se encontra no sitio e, portanto, excluindo uma gravidez ectópica.

» Conheça as Causas da Gravidez Ectópica

Permite também observar a actividade cardíaca e determinar os marcadores ecográficos das cromossomopatias (por exemplo: trissomia 21).

Outra das funções desta ecografia é determinar há quanto tempo a mulher está grávida para além da confirmação de uma gravidez única ou de gémeos.

Este exame é feito através da medição da longitude do feto (desde a parte superior da cabeça até às nádegas).

Há ainda a possibilidade de detecção de qualquer anomalia na gestante (quistos nos ovários, ameaças de aborto…), Embora esta ecografia se possa realizar sobre o abdómen ou por via vaginal, os médicos aconselham a segunda pois a visão é maior e melhor.

Neste caso,o estudo morfológico do feto é realizado através de uma sonda que se aproxima da parede uterina, obtendo imagens mais fiáveis.

A segunda ecografia realiza-se entre a décima oitava e a vigésima primeira semana e é a mais importante, pois é o diagnóstico pré-natal de malformações orgânicas (a não existência de malformações a nível cefálico, torácico e/ou nas extremidades, a forma e integridade da coluna vertebral e o assegurar de inexistência de problemas cardíacos, abdominais, renais, etc).

Obtemos também a informação mais esperada: qual é o sexo do bebé.

No entanto, quer pela posição apresentada pelo bebé na altura da eco ou por qualquer outro motivo, a detecção do sexo do bebé não é 100% fiável e por vezes surgem surpresas na hora do parto.

Deverá ser realizado num hospital ou clínica obstétrica com equipamento de alta resolução onde existam hipóteses de realizar uma amniocentese e/ou outros exames, se necessário.

Entre a trigésima segunda e trigésima sexta semana é realizada a terceira e última ecografia.

A finalidade desta, é a de comprovar o crescimento do feto, a localização final da placenta, visualizar se o cordão umbilical não está enrolado no pescoço do bebé, avaliar a quantidade de líquido amniótico e saber em que posição se encontra o feto, para assim se poder fazer uma previsão do tipo de parto.

Leia os seguintes artigos:

O Meu Bebe já é real

O que se vê nas ecografias

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 3:07 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)