Remédio caseiro para asma

Dotados pelas suas maravilhosas propriedades medicinais, o própolis e a abóbora revelaram ser um excelente remédio caseiro para asma.

Própolis Taruvaik em bruto

Para quem ainda não sabe, a asma é uma doença crónica das vias respiratórias que, em determinados casos, poderá originar desagradáveis e perigosos sintomas como a falta de ar e o aperto torácico.

Caso pretenda prevenir a ocorrência destes sintomas, assim como acalmá-los caso sucedam, então poderá recorrer a um simples remédio caseiro, como é o caso de um xarope feito com sementes de abóbora e própolis.

É um remédio económico, de facílima preparação, que poderá originar resultados surpreendentes no combate à asma. Através da sua preparação e ingestão diária, conseguirá rapidamente aperceber-se dos resultados positivos que este xarope poderá originar no combate ao problema.

Comece por descascar 60 sementes de abóbora. Logo de seguida, adicione as sementes a uma xícara de água, juntamente com uma colher de sopa de mel.

Junte tudo no liquidificador, e bata muito bem. No final, adicione 25 gotas de própolis, e terá o seu xarope pronto a ser tomado.

Durante os períodos de crise asmática, deverá tomar uma colher deste xarope, cerca de 5 vezes ao dia, de modo a conseguir observar resultados satisfatórios.

Este xarope também poderá ser tomado ocasionalmente como prevenção, diminuindo assim a ocorrência de crises asmáticas.

As sementes de abóbora caracterizam-se por serem altamente anti-inflamatórias, contribuindo assim para a diminuição da inflamação dos brônquios.

Já o própolis, possui propriedades cicatrizantes, que ajudarão a diminuir a irritação da garganta e a aligeirar o incómodo causado pelos sintomas.

Apesar da sua eficácia e benefícios associados, este tratamento deverá apenas ser considerado como um complemento aos restantes tratamentos clínicos indicados pelo seu médico especialista.

Saiba mais sobre o Extrato de Própolis

Conheça 3 Óleos Essenciais Para o Alívio da Asma

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Esta matéria tem 1 Comentário
  1. Ronan Rodrigo Nunes Reply

    Quanto de própolis?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 4:43 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)