Remédio caseiro para berne

O berne também reconhecido em medicina como dermatobiose, é uma larva comumente transmitida pela mosca varejeira para humanos e animais. A larva é inserida dentro da pele, e poderá sobreviver dentro da mesma por cerca de 1 mês ou mais.

Durante esse período de tempo, alimenta-se da carne do individuo, causando coceira (Leia: Coceira Vaginal e Coceira na Virilha), desconforto e um pequeno caroço. Para se livrar deste incómodo parasita, poderá recorrer ao levedo de pão, que será de grande eficácia na remoção deste bichinho.

Remédio caseiro para Berne

Assim que sentir que possui uma larva destas dentro da sua pele, é importante apressar-se a removê-la através dos métodos que aqui serão sugeridos, de forma a evitar uma sensação prolongada de mau estar.

Para atingir o resultado pretendido e livrar-se definitivamente da larva, coloque um pedaço de levedo de pão sobre o furinho na pele criado pela larva. Ela deverá começar a comer a levedura, acabando assim por sair pelo buraquinho.

Outro método bastante eficaz de se livrar deste bichinho é através da colocação de um esparadrapo para tapar o buraquinho. Isto obstruirá a passagem de oxigénio, impedido assim a larva de respirar, o que originará a sua morte de forma bastante rápida. O orifício deverá permanecer tapado por cerca de 24 horas, de forma a certificar-se de que a larva morre mesmo.

Deverá certificar-se de que o local por onde a larva entrou é bem desinfectado, de forma a evitar o desenvolvimento de outros problemas mais sérios. A larva, em si, não é muito perigosa, mas é o risco de contaminação por agentes exteriores e nocivos que deverá ser levado muito a sério.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 4:51 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)