Remédio Natural para Câncer de Mama

Um método extremamente natural e eficaz de combater o Câncer de Mama é adoptar uma rotina alimentar composta por alimentos ricos em propriedades anti-cancerígenas. (Aqui tem alguns).

Surpreendentemente, são muitos os alimentos que oferecem esses benefícios, e não só são extremamente económicos, como podem ser facilmente encontrados na maior parte das superfícies comerciais.

Remédio Caseiro para a Cura Natural do Câncer da Mama

Couve De Bruxelas

Um bom exemplo de um desses alimentos é a couve, com a qual não só poderá preparar refeições verdadeiramente deliciosas, como também conseguirá retirar dela propriedades extremamente benéficas para a sua saúde.

As couves caracterizam-se pela posse de compostos orgânicos, como é o caso dos índoles, flavonas, vitaminas e minerais que em muito poderão ajudar no combate às células cancerígenas.

Poderá consumir qualquer tipos de couve, do modo que mais gostar, seja frita, cozida ou assada.

O ideal será adicionar a couve à maior parte dos seus cozinhados diários, de modo a retirar dela todos os componentes de que necessita para combater eficazmente a doença

Como alternativa, poderá, também, preparar um suco feito a partir de couves.

Para tal, apenas precisará de bater algumas folhas de couve no liquidificador, juntamente com algumas laranjas, para lhe conferir um sabor mais doce e agradável.

Este suco poderá ser consumido diariamente, de preferência de manhã, e sem a adição de quaisquer tipos de adoçantes, na medida em que o açúcar da laranja já será bem mais do que o suficiente.

Conheça também Os Melhores Óleos Essenciais Para Doentes Com Câncer

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 30/08/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 30/08/2018 às 3:01 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)