Remédio caseiro para tratar acufeno

Podemos definir o acufeno como aquela típica sensação desagradável no ouvido, que certamente já todos sentimos, e que se manifesta, essencialmente, através de zumbidos e/ou sensações de entupimento. Também é conhecida como zumbido no ouvido, tinnitus ou tinido.

Remédio caseiro para tratar acufeno (Zumbido)

Para tratar esta complicação sem ter de recorrer de imediato às soluções das farmácias, aconselha-se que experimente a preparação de um chá de melissa, que ao ser tomado regularmente ajudará a obter resultados extremamente satisfatórios na eliminação do acufeno.

A preparação deste chá não poderia ser mais simples, e para tal deverá apenas começar por juntar duas colheres bem cheias de flores secas de melissa num litro de água. Ferva durante uns 10 minutos, até que se dê uma infusão que seja do seu agrado.

De seguida, apenas terá de coar tudo muito bem, deixar arrefecer, e consumir enquanto ainda estiver bem morninho. Com o passar das horas, o chá pode perder algumas das suas mais importantes propriedades, daí ser aconselhável que o consuma logo após a sua confecção, e evite beber chá de um dia para um outro, pois poderá já não estar nas melhores condições. O recomendado é que se fique pelas 3 chávenas de chá de melissa por dia, e sempre após as refeições.

Os acufenos não devem ser interpretados como doenças, mas sim como sintomas de pequenas complicações de saúde que, geralmente, não costumam ser nada de grave. No entanto, é importante manter-se sempre muito bem atento, não só à duração, como também à intensidade destes sintomas, e caso note um agravamento significativo dos mesmos, não hesite em procurar um médico.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 5:07 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)