Remédio Caseiro para Vulvovaginite: Banho de assento com tomilho, salsa e alecrim

vulvovaginite, inflamação da vagina, também denominada por vulva, é um problema que se vem a tornar cada vez mais comum entre as mulheres, podendo afectar as mulheres em qualquer faixa etária.

tomilho - Thymus vulgaris

Contudo em alguns casos, este problema pode também afectar algumas adolescentes, no entanto as mulheres que se encontram na fase da menopausa continuam a ser as mais vulneráveis a este problema.

De entre algumas causas, os fungos, as bactérias, os vírus e as doenças sexualmente transmissíveis, são alguns dos seus principais agentes causadores, podendo ser também desencadeada devido à sensibilidade a algumas substancias químicas presentes no gel de duche, em alguns perfumes ou sabonetes.

alecrim

Este problema geralmente é acompanhado por coceira, inflamação da vagina, desconforto, corrimento, alteração do odor natural da vulva e ardor ao urinar.

Ao deparar-se com este problema, é importante que procure de imediato ajuda médica, pois só assim conseguirá tratar este problema de forma eficaz. No entanto, também poderá recorrer a alguns tratamentos caseiros, pois hoje em dia os tratamentos naturais são cada vez mais ricos e eficazes.

Remédio Caseiro para Vulvovaginite

Um remédio caseiro eficaz no tratamento da vulvovaginite é o banho de assento, devendo este ser feito à base de tomilho, salsa e alecrim, uma vez que estas plantas são compostas por inúmeros componentes anti bacterianos, diuréticos e anti-inflamatórios, isto que de certa forma leva à diminuição do desconforto e de todos os sintomas resultantes deste tipo de inflamações.

salsa

Para preparar este remédio vai precisar de:

1.5 litros de água;
2 colheres de sopa bem cheias de salsa seca, 2 de tomilho seco e 2 de alecrim seco;

Comece por colocar a água a ferver, assim que esta começar a ferver, junte todas as ervas e deixe ferver por mais 20 a 30 minutos. Findo este tempo coe o preparado, reserve e deixe arrefecer.

Assim que o preparado estiver frio poderá começar o tratamento. Para obter todos os benefícios deste tratamento é recomendado que lave a zona afectada com este preparado duas vezes ao dia, só assim conseguirá tratar eficazmente este problema.

Em relação à duração deste tratamento, este deve ser realizado até que todos os sintomas desencadeados pela vulvovaginite desapareçam.

Para além deste tratamento, deverá optar por uma vida mais saudável, onde deverá ter o cuidado de ingerir diariamente cerca de 2 a 2,5 litros de água ao longo do dia.

Tal como já fora referido anteriormente, ao deparar-se com este problema, consulte o seu médico o mais rápido possível, pois este problema, quando não tratado eficazmente, poderá desencadear problemas mais graves, como é o caso da cervicite, inflamação do colo do útero, mais propriamente da mucosa (epitélio) localizada imediatamente após do orifício cervical externo, o endocérvix (endocérvice), localizado na parte interna do colo de útero.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 01/10/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Esta matéria tem 1 Comentário
  1. Ana Flavia Reply

    E possivel que enquanto estiver com essa doença tenha machucado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 1/10/2018 às 12:20 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)