Remédio caseiro para promover o crescimento do cabelo

O cabelo e o couro cabeludo, devem ser bem tratados e estimados, pois é uma parte visível e importante do nosso aspeto exterior.

Quem sofre de queda de cabelo, procura todas as soluções possíveis e imaginárias, para se tratar.

No mercado e no mundo da dermatologia, existem várias hipóteses a considerar. Cada caso, é um caso diferente, e o seu tratamento também.

bardana planta

A bardana é um excelente remédio caseiro utilizado por várias pessoas. Esta planta, é usada há milhões de anos, para tratamentos de pele e cabelo.

Compra-se em lojas da especialidade, ervanárias, lojas e clinicas de produtos naturais, feiras deste tipo de produtos, farmácias onde se faz manipulação de medicamentos e ervas medicinais, etc.

Bardana e seus benefícios

A bardana trata doenças várias e de várias ordens. Trata também e com bastantes benefícios doenças da pele e do couro cabeludo.

Tem uma ação antibacteriana e anti fungos. É calmante, cicatrizante, etc.

Como se deve usar a bardana

  • Usar as folhas e sementes para se fazer chãs e infusões
  • Cortar a raiz da bardana em partes finas
  • Colocar por algum tempo numa garrafa
  • Deixar ao sol por vários dias
  • Utilize o óleo extraído para massagens no couro cabeludo

Efeitos nocivos e secundários da bardana

  • Contra indicado em diabéticos
  • Aumenta a vontade de urinar
  • Estimula as contrações dos músculos da bexiga
  • Evitar ser usada em grávidas e crianças ou pessoas com diarreia

Podemos colher a planta de bardana na Europa ou Norte de África. Também podemos comprar o óleo de bardana já preparado de modo industrial e pronto a utilizar.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 01/10/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 1/10/2018 às 12:24 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)