10 Remédios Caseiros para Coceira Anal

A coceira anal, clinicamente conhecida como prurido anal, é um problema bastante comum que afeta homens e mulheres, embora seja mais frequente em homens.

Pode ocorrer em qualquer idade, mas é mais prevalente entre os 30 e os 50 anos de idade.

coceira-anal

Causas

A coceira anal pode surgir devido a problemas médicos internos ou problemas de pele.

As causas relacionadas com a pele incluem dermatite atópica, psoríase, excesso de atrito na região do ânus, excesso de suor e umidade na zona do ânus, exposição a perfumes à base de químicos e corantes, e limpeza inadequada depois de uma evacuação das fezes.

As causas médicas estão relacionadas, na maioria dos casos com, alergias alimentares, fissuras anais, tumores anais, diarreia, constipação intestinal, incontinência fecal e hemorroidas, juntamente com parasitas, doenças sexualmente transmissíveis, infecções fúngicas e leveduras (fungos).

Sintomas

O principal sintoma é a coceira na região anal, que é muitas vezes intensa, causando um forte desejo de arranhar.

Outros sintomas de prurido anal são: ardor, secura no ânus, dor, vermelhidão, inchaço, úlceras e erupção cutânea na região anal. Os sintomas podem ser temporários ou mais persistentes, dependendo da causa.

A coceira anal é bastante desconfortável e tornar-se uma situação embaraçosa em alguns casos.

Você pode tratá-la em casa com simples mudanças no seu estilo de vida, ou através de alguns remédios caseiros, fáceis e rápidos de preparar.

No entanto, aconselhamos a procurar aconselhamento médico dermatológico sempre que a coceira se tornar insuportável ou persistente.

Remédios Caseiros para Coceira Anal

remedios-caseiros-para-coceira-anal

A seguir estão listados os 10 melhores remédios caseiros para coceira anal.

Vinagre de maçã

Tanto as infecções fúngicas como as leveduras podem causar coceira anal. Nestes casos, podemos usar o vinagre de maçã para ajudar a controlar a infecção. Além disso, o vinagre de maçã ajuda a alcalinizar o corpo.

  • Misture 2 colheres de sopa de vinagre de maçã orgânico (não filtrado), num copo de água. Beba-o duas vezes por dia.
  • Outra opção é adicionar 1 xícara de vinagre de maçã a um banho quente e realizar um banho de assento. Mantenha o ânus nesta água durante 15 a 20 minutos, uma vez por dia.

Siga estes remédios durante vários dias até a coceira anal e a irritação diminuirem.

Alho

Alho

O Alho ajuda a tratar o prurido anal de dentro para fora. Ele ajuda a eliminar os vermes intestinais, como o oxiúrus (Enterobius vermicularis) por exemplo, uma das principais causas deste problema.

Além disso, os agentes antibacterianos, antifúngicos e as propriedades anti-sépticas no alho ajudam a tratar qualquer tipo de infecção responsável pela coceira no ânus.

  • Coma 2 a 3 dentes de alho cru por dia, com o estômago vazio, durante uma semana.
  • Outra opção é ferver 2 dentes de alho esmagados em ½ copo de leite. Beba com o estômago vazio durante uma semana.

Óleo de coco

oleo-de-coco

O óleo de coco é um dos melhores remédios para a coceira anal. Acalma a pele, e as suas propriedades antibacterianas, antifúngicas e antimicrobianas podem ajudar no tratamento de qualquer infecção responsável pela coceira anal.

Além disso, ajuda também a expulsar os vermes intestinais.

  • Ingira 2 a 3 colheres de sopa de óleo de coco extra virgem, diariamente. Pode também usar o óleo de coco para cozinhar.
  • Passe um pouco de óleo de coco quente, em toda a área do ânus afetada, várias vezes ao dia, para aliviar a coceira e sensação de ardor.

Aloe Vera

Retirar gel do Aloe Vera

O Aloe vera tem propriedades calmantes e suavizantes que podem aliviar a coceira, dor e inflamação no ânus.

O Aloe vera ajuda também a reduzir a irritação causada pelas hemorroidas, uma das principais causas de coceira no ânus.

  • Retire as bordas espinhosas de uma folha de aloe vera fresca e corte-a ao meio.
  • Extraia o gel da folha, tal como indica a imagem acima, e esfregue-o na zona afetada durante 5 minutos.
  • Reaplique o gel a cada poucas horas, para se livrar da coceira e dor.

Aveia

aveia-coloidal

Sabia que podia usar a aveia para tratar a coceira no ânus? É verdade! A aveia contém propriedades anti-irritantes, anti-inflamatórias e calmantes que ajudam a curar a pele irritada, inflamada e a coceira.

Misture 1 a 2 xícaras de farinha de aveia coloidal ou farinha de aveia integral (não processada) numa banheira cheia de água morna. Mergulhe nesta água durante cerca de 15 a 20 minutos.

Pode usufruir deste banho de aveia 1 a 2 vezes por dia.

Sobre a aveia coloidal: 

Os antigos egípcios foram os primeiros a reconhecer as propriedades calmantes da aveia na pele (Falamos da espécie Avena sativa), que remonta a 2000 aC.

Em 2003 a EUA Food and Drug Administration aprovou oficialmente a aveia coloidal como um ingrediente eficaz no tratamento de doenças da pele, incluindo eczema, psoríase, e erupções cutâneas.

A aveia coloidal pode funcionar muito bem para ajudar a aliviar, manchas secas da pele (eczema), psoríase, acne, picadas de insetos, queimaduras, e outras pequenas irritações da pele.

Também pode ajudar a aliviar a catapora, hera venenosa e outros tipos de coceira e pruridos. Os banhos de imersão realizados com a aveia coloidal oferecem propriedades anti-coceira que ajuda a reduzir a “necessidade de coçar”. Isto porque ajudam a trazer o pH novamente para os níveis normais.

A diferença da aveia coloidal em relação à farinha de aveia normal é que esta é muito fina. Facilitando desta forma a absorsão de todos os seus benefícios pela nossa pele, quando aplicada com a ajuda de líquidos ou géis, uma vez que desta forma dispersa mais uniformemente.

Permitido assim ser aplicada e absorvida de forma mais fácil, proporcionando muitas mais vantagens de protecção em peles sensíveis e irritadas.

Como fazer a aveia coloidal:

Deseja fazer a sua própria aveia coloidal para adicionar aos seus banhos ou para o seu ritual de cuidados? É simples de fazer em casa! Apenas precisará de:

  •  Um processador de alimentos, moedor de especiarias, moinho de café, almofariz e pilão. Você tem a pele muito sensível? Neste caso recomendamos o uso de um liquidificador para os seus cuidados de pele caseiros, uma vez que os pequenos vestígios de especiarias e café presentes nos moedores de especiarias, etc, podem irritar a sua pele.
  •  Aveia integral (não use aveia instantânea ou aromatizada)
  • Um recipiente hermético para armazenamento.

Depois de transformar a aveia num pó bem fofo e macio, conserve-a num recipiente hermético e local fresco, para manter as suas propriedades ativas frescas.

Iogurte

iogurte-natural

Para o tratamento de infecções desencadeadas por fungos, causadores da coceira anal, pode também usar o iogurte. Nem todos os tipos de iogurte são benéficos para este fim. Devem ser usados iogurtes probióticos com culturas ativas vivas (bactérias boas).

Estas bactérias boas podem ajudar a controlar o crescimento da infecção. Use o simples iogurte probiótico, sem açucar e sem adoçantes artificias.

  • Passe um pouco de iogurte probiótico sobre a pele afetada. Deixe atuar no local durante pelo menos 20 a 30 minutos, ou de preferência durante a noite. Em seguida, lave o local com água morna e seque a área cuidadosamente.
  • Além disso, ingira 2 a 3 copos de iogurte natural por dia.

Sal de Epsom

Sal de Epsom (sulfato de magnésio)

O banho de sal de Epsom é ótimo para doenças de pele como eczema e psoríase, duas das principais causas de coceira anal. Uma vez que ajuda a aliviar a coceira e a sensação de queimação no ânus rapidamente e naturalmente.

  • Misture 1 a 2 xícaras de sal de Epsom a uma banheira cheia de água quente. Passe no local durante 15 a 20 minutos. Para finalizar, seque a pele cuidadosamente. Desfrute deste banho relaxante maravilhoso 2 a 3 vezes por semana.

Nota: As pessoas com problemas renais ou diabetes não devem usar remédios com o sal de Epsom.

» Conheça os Principais Benefícios do Sal de Epsom

Alcaçuz

alcacuz

De acordo com Ayurveda (medicina tradicional originada na Índia), o alcaçuz também pode ajudar a tratar a coceira anal. O alcaçuz é benéfico para condições de pele como o eczema e psoríase que causam prurido no ânus, uma vez que ajuda a reduzir a comichão, vermelhidão e irritação.

Asse (torre) ligeiramente uma mistura de quantidades iguais de alcaçuz, casca de Haritaki (terminalia chebula) e cardamomo. Triture-os até obter um pó fino. Misture ¼ colher de chá deste pó e 1 colher de chá de mel num copo de água. Beba a mistura uma vez por dia até obter alívio.

Alternativamente também pode usar cremes com extrato de alcaçuz e aplicar sobre a área afetada, algumas vezes por dia.

Aumente a ingestão de fibra

aumentar-a-ingestao-de-fibras

Uma das causas comuns de coceira anal é a constipação intestinal (obstipação ou prisão de ventre). Se for este o caso, em primeiro lugar é necessário livrar-se deste problema.

Uma maneira eficaz entre os remédios caseiros para coceira anal para tratar o problema é mais fibras ingestão para amolecer fezes e melhorar o sistema digestivo.

Para tratar a prisão de ventre, a melhor opção é aumentar a ingestão de fibras. A Fibra promove uma melhor digestão dos alimentos, amolecendo as fezes e melhorando todo o sistema digestivo.

  • Coma alimentos ricos em fibras como o feijão, batata, cenoura, arroz integral, quinoa, ameixas secas, trigo mourisco, frutas frescas, vegetais de folhas verdes, nozes, sementes de abóbora, sementes de girassol, brócolis e ervilhas.

Também pode optar por suplementos de fibras, mas apenas depois de consultar o médico.

Evite alimentos alérgenos

alimentos-alergenos

Alguns alimentos podem causar irritação durante a evacuação de fezes, levando à coceira anal. Além disso, também existem alguns alimentos que podem aumentar a inflamação e o prurido.

Nestes casos, o melhor é optar por alimentos saudáveis e evitar os alérgenos alimentares durante algum tempo.

  • Alguns dos alimentos que podem aumentar a coceira retal são, o café, chá, refrigerantes, bebidas alcoólicas e o chocolate.
  • Evite alimentos picantes como as pimentas e o jalapeño (pimenta-jalapenho).
  • Evite frutas cítricas como as uvas, laranjas e limões.
  • Evite estes alimentos durante pelo menos 2 semanas, e reintroduza-os na sua dieta gradualmente.

Dicas adicionais

  • Evite coçar! Embora coçar possa lhe dar um alívio imediato da coceira, você deve evitar coçar a todo custo. Isto porque o coçar só fará com que a pele na região anal fique ainda mais irritada, o que vais resultar numa inflamação persistente. Em vez disso, para obter um alívio temporário da coceira, aplique uma compressa fria no local.
  • Para evitar coçar inconsciente durante o sono, use luvas de algodão durante a noite até os sintomas diminuirem.
  • Use papel higiénico húmido para se limpar depois da evacuação de fezes. Para finalizar use um papel seco, para absorver o excesso de umidade da zona.
  • Evite o uso de papel higiênico perfumado ou colorido, uma vez que estes podem agravar a condição. Use sempre, papel higiênico branco e sem cheiro.
  • Para a coceira anal causada pela transpiração excessiva, aplicar pó de talco sobre a área afetada para absorver a umidade.
  • Não permaneça sentado na mesma posição durante muitas horas, pois pode levar ao acúmulo de umidade ou suor na região anal, causando ainda mais coceira.
  • Evite o uso de sabonetes perfumados na área afetada, uma vez que estes podem causar irritação.
  • Evite vestir roupas íntimas apertadas. Escolha roupa interior feita de algodão, em vez de tecidos sintéticos.
  • Nunca aplique amido de milho na área afetada, pois pode piorar a infecção da pele.
  • Aprenda a gerir o estresse. Isto irá ajudar a superar a coceira anal.

O que Procura?

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *