Rouquidão - Tratamento, sintomas e causas de rouquidão
Fotos Antes e Depois

Rouquidão

Atualizado em 13 Janeiro, 2018

A rouquidão pode ser um sintoma de várias doenças. A sua persistência não deve ser descurada.

Causas

A rouquidão pode ter várias causas. Carlos Canas Ferreira, otorrinolaringologista, começa explica que uma rouquidão em contexto gripal e de outras doenças virais do aparelho respiratório superior é muito vulgar, especialmente nos meses mais frios do ano, e por essa razão não deve suscitar alarme, mesmo naquela que é considerada a população de risco.

Ler: Tratamento Caseiro para Rouquidão

A rouquidão, que começa com um ardor ou com a sensação de bola na garganta e com febre, é quase sempre proveniente de processos inflamatórios ou infecciosos. Ou porque a pessoa se constipou e fez uma laringite ou porque tem amigdalites de repetição ou ainda porque fez uma infecção descendente da faringe que atinge as cordas vocais.

De entre as causas de rouquidão mais comuns, são também de salientar as sinusites, o tabagismo e o alcoolismo. «É possível uma pessoa ter só rouquidão» e dá o exemplo dos «indivíduos que abusam do tabaco e do álcool». Geralmente, estes «fazem laringites crónicas que podem acabar por evoluir para cancro».

O uso intenso ou inadequado da voz pode ser também uma causa de rouquidão – a chamada disfuncional. É, segundo o especialista, o caso dos indivíduos que se utilizam muito da voz no dia-a-dia, professores, políticos, cantores, etc.: «Normalmente são pessoas que não aprenderam a colocar bem a voz e isso leva à formação de nódulos das cordas vocais.»

Tratamentos para a rouquidão

A fonoterapia, afirma, é o principal tratamento. Isto é, «o doente deverá fazer terapia da fala ou ter aquilo que eu chamo as aulas da arte de dizer». Agora, «se o problema passar por mais de um pequeno aumento daquela zona da corda vocal, deverá ser necessário, em princípio, uma cirurgia da laringe».

Para além das infecções e da má colocação de voz, há ainda outro conjunto de processos que dão origem à rouquidão: os processos tumorais. E aqui estamos a falar dos «tumores benignos e do cancro da laringe como formas mais graves».

Os fumadores são os mais atingidos. Como refere o otorrinolaringologista, «o diagnóstico precoce neste tipo de casos revela-se particularmente importante, na medida em que dele depende o facto de a possibilidade de cura ser mais ou menos agressiva».

Carlos Canas Ferreira descreve os vários aspectos dos sintomas: «Quando a rouquidão tem origem numa sinusite, a pessoa está, por norma, mais rouca de manhã, mas vai melhorando durante o dia, ao contrário do que acontece nas rouquidões disfuncionais e nas rouquidões por pólipos ou por laringite crónica, em que o indivíduo vai ficando mais rouco à medida que vai falando mais, até que chega ao final do dia quase sem voz». Ao invés, no cancro da laringe a rouquidão é permanente.

Atualizado em 13 Janeiro 2018

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *