Rugby

ESTA HISTÓRIA TEM INÍCIO NUM DIA DE DEZEMBRO DE 2004. UM GRUPO DE AMIGOS RESOLVEU EXPERIMENTAR UM DESPORTO QUE, ATÉ ENTÃO, APENAS CONHECIA PELA TELEVISÃO.

Com o passar do tempo o grupo foi crescendo em quantidade, mas as pessoas que chegaram não tinham qualquer experiência na prática da modalidade. Foi já em meados do ano lectivo que apareceu aquele que é, até hoje, o nosso treinador. Nesse primeiro ano treinámos arduamente todas as semanas, o que nos deu uma falsa sensação de que já dominávamos a prática do rugby. Caímos do nosso pedestal após uma lição de bem jogar dada pela equipa da Agrária de Coimbra durante o encontro nacionalmente conhecido: a fantástica e única Taça das Agrárias, que é realizada todos os anos e que engloba todas as Escolas Superiores Agrárias do país. No ano seguinte continuámos os treinos formando um grupo coeso, participando novamente na Taça das Agrárias em Viseu (INESQUECÍVEL).

Em 2006/2007 voltámos a Coimbra para mais uma Taça das Agrárias, perdendo novamente com a Agrária dessa “Lusa Atenas”, mas desta vez saindo com a cabeça levantada. Nesse ano participámos, também, no convívio de todas as Universidades da Região Centro (Guarda, Covilhã, Castelo Branco e Viseu) intitulado Taça das Beiras, onde fizemos dois jogos perdendo ambos mas deixando uma boa imagem. Participámos, no final de Julho, num torneio de Beach Rugby organizado pelo Sport Lisboa e Benfica, onde jogámos contra equipas e jogadores de primeira categoria do rugby nacional, onde, apesar de perdemos os três jogos, deixámos uma boa imagem do nosso espírito e empenho.

Já a partir do ano lectivo de 2007/2008 participámos no Torneio Nacional de Equipas Emergentes organizado pela Federação Portuguesa de Rugby e nos torneios organizados pelo Comité Regional de Rugby de Coimbra, o que nos conferiu uma maior competitividade e nos permitiu superar os nossos níveis de espírito de equipa e sacrifício do homem que está ao nosso lado, vencendo o nosso primeiro jogo e enfrentando de igual para igual outras equipas com mais experiência. Apesar da nossa evolução, ainda temos um longo caminho a percorrer, sendo assim necessários mais jogadores e que os treinos sejam levados mais a sério, com uma presença mais
regular, e abdicando de uma certa comodidade para acompanhar a equipa aos torneios. Agradecemos o enorme esforço que a Associação de Estudantes da Escola Superior Agrária de Viseu tem feito para nos proporcionar as melhores condições e estando sempre disponível para nos ajudar em termos de material, transporte e infraestruturas. Lamentamos, apesar de tudo, não receber igual apoio ao que é dado a outras modalidades pelas diversas Instituições da cidade. Para conseguir coisas grandes, temos não só de agir, mas também de SONHAR; não só planear, mas também ACREDITAR.

heitor castel’ branco

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 2:46 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)