Silicose

SILICOSE PULMONAR – CAUSAS, SINTOMAS E CARACTERISTICAS DO DIAGNOSTICO
. Doença pulmonar fibrótica crônica causada por inalação de poeira contendo dióxido de silício em trabalhadores em fundições,
operários que trabalham com jatos de areia, perfuradores de rochas
. Dispnéia progressiva, frequentemente durante meses a anos
. Estertores crepitantes inspiratórios à ausculta
. Alterações típicas na radiografia de tórax, com fibrose bilateral predominantemente nos lobos superiores, nódulos intensos e
linfadenopatia hilar com calcificação “em casca de ovo”
. As provas de função pulmonar revelam padrão obstrutivo e restritivo misto

DIAGNOSTICO DIFERENCIAL
. Outras pneumoconioses por inalação (p. ex, asbestose)
. Tuberculose (que frequentemente complica a silicose)
. Sarcoidose
. Histoplasmose
. Coccidioidomicose

SILICOSE PULMONAR TRATAMENTO
. Tratamento de apoio; tratamento crônico com oxigênio, se houver hipoxemia Persistente
. A quimioprofilaxia com isoniazida é necessária para todos os pacientes com silicose que apresentam reatividade positiva à
tuberculina.

Dica
Uma das poucas causas de broncolitíase; para definir o diagnóstico, perguntar ao paciente com suspeita de silicose se a tosse produz escarro granuloso.
Referência
Scarisbrick D: Silicosis and coal workers pneumoconiosis.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 2:25 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)