Fotos Antes e Depois

Alivie os Sintomas dos Primeiros Dentes do Bebê com 6 Remédios Naturais

Todos os bebês têm que passar por esta fase, porém, infelizmente, a dentição é uma causa comum de dor e sofrimento temporário durante os estágios iniciais de vida do bebê.

Uma vez que o temperamento de cada bebê é diferente, os bebês podem mostrar uma variedade de sinais e sintomas ao passarem pelos diferentes estágios do desenvolvimento físico.

Alivie Os Sintomas Dos Primeiros Dentes Do Bebê Com 6 Remédios Naturais

Os pais muitas vezes sentem-se mal pela dentição do bebê, ansiosos sobre quando a dor acabará, e curiosos sobre o que podem fazer para ajudar a minimizar os sintomas incômodos da dentição do seu bebê.

Mas, como saber se, de facto, se trata dos dentes, e não outro problema? E, o que os pais podem fazer para ajudar?

Como aprenderá mais abaixo, os remédios caseiros para aliviar os incômodos da dentição do bebê incluem acalmar o bebê através do toque ou uma massagem delicada, aplicar gel tópico nas suas gengivas e usar medicamentos naturais à base de plantas para ajudar a reduzir a dor.

O que é a dentição?

A dentição é o nome comum para a odontíase, o processo dos dentes começando a crescer pela primeira vez à medida que perfuram as gengivas sensíveis do bebê. (1)

Os “dentes de leite” (dentição decídua) geralmente aparecem numa sequência particular, muitas vezes crescendo em pares. Os bebês, na verdade, têm um conjunto de cerca de 20 dentes com os quais eles nasceram; No entanto, os dentes permanecem sob as gengivas até o processo de odontíase iniciar.

Quando começa a primeira dentição? Quais os dentes de leite que nascem primeiro?

Primeiros Dentes Do Bebê

Os primeiros sintomas de dentição podem começar aos 3 meses, embora a maioria dos bebês comece a dentição mais perto dos 4 a 8 meses. (2)

Iniciar a dentição em torno dos 5 meses parece ser o mais comuns. Acredita-se que a velocidade e a sequência da odontíase sejam principalmente hereditárias. Isso significa que, se os pais do bebê começaram a apresentar uma dentição muito cedo, o bebê provavelmente experimentará o mesmo.

Há também algumas evidências de que os bebês do sexo masculino podem iniciar o crescimento dos dentes um pouco mais tarde.

Os Sintomas dos Primeiros Dentes do Bebê, como a inflamação, as gengivas sensíveis e a dor podem começar mesmo antes que os dentes comecem a empurrar as suas gengivas.

Como se vê a dentição nas gengivas? Elas provavelmente parecerão vermelhas, com pontos levemente levantados, volumosas e um pouco inchadas. (3)

Se suspeitar que o bebê está a iniciar a primeira dentição, pode sentir o interior da boca do seu bebê, passando o dedo suavemente ao longo das suas gengivas. Se sentir, pequenos solavancos onde os dentes estão a projetar-se nas gengivas, é muito provável que, de fato, o seu bebê esteja a iniciar a primeira dentição.

Cronograma típico da dentição do bebê

Os dentes de leite normalmente surgem na seguinte sequência:

• Os primeiros dentes a nascer são geralmente os “incisivos” (VER IMAGEM), que são os quatro dentes centrais da frente. Este evento tende a ocorrer em torno dos 5 a 6 meses de idade. Os sintomas da dentição podem começar ao redor dos 2 a 3 meses de idade se os dentes incisivos do bebê começarem a romper cedo.

• Entre os 6 a 10 meses, é comum que os bebês já tenham os seus dois incisivos centrais superiores. Então, ao longo dos meses seguintes, normalmente entre os meses 9 a 13, os dois incisivos laterais superiores (localizados no lado esquerdo e direito do central) devem ocorrer.

O que Procura?
10 Remédios Caseiros para Dermatite de Contato

Uma vez que estes aparecem, o bebê terá os quatro dentes superiores.

• É típico para os incisivos laterais inferiores (localizados na linha inferior, à esquerda e à direita do central) ocorrerem após os incisivos superiores. Isso geralmente acontece entre os 10 a 16 meses.

• Os molares são normalmente os próximos dentes a romper. Eles são os quatro dentes maiores, localizados na parte de trás da boca.

São os últimos quatro dentes nas linhas superior e inferior, então, há dois no lado direito da boca e dois no lado esquerdo. Mais tarde, geralmente entre os 20 a 30 meses, os segundos molares também crescerão localizados nos lados traseiros da boca.

• Em alguns casos, os dentes que preenchem os espaços entre o centro e os molares, chamados dentes caninos, aparecerão por último. Eles podem começar a chegar entre 16 a 22 meses.

• A maioria dos bebês tem o seu conjunto completo de “dentes de leite”, entre os 25 a 33 meses de idade (entre 2 a 3 anos).

Sinais e Sintomas incômodos da Dentição

Sinais E Sintomas Incômodos Da Dentição

Os bebês ficam com febre durante a dentição? Indagando se pode haver uma conexão entre a dentição e outros sintomas que o seu bebê está a experimentar, como diarreia ou corrimento nasal?

Enquanto alguns bebês “sortudos” podem não sentir muita dor durante esta fase, a maioria exibirá pelo menos alguns sinais de desconforto.

É comum que os bebês fiquem mais irritadiços durante o processo de dentição, especialmente porque podem não dormir, também devido ao desconforto.

Uma vez que os dentes realmente perfuram as gengivas e as passam, os sintomas normalmente param dentro de algumas semanas.

Alguns dos sintomas e sinais mais comuns da dentição incluem:

• Choro, especialmente à noite ou durante o meio da noite (acredita-se que seja devido à falta de outra estimulação / distração).

• Vermelhidão, gengivas inflamadas e dor na boca.

• Uma Dor que parece estar a espalhar-se para outras partes do corpo, como as orelhas, bochechas, pescoço ou ombros superiores. Às vezes, os bebês puxam as orelhas ou esfregam as bochechas para tentar aliviar a dor.

• Dificuldade em dormir, o que pode afetar o calendário diurno.

• Falta de apetite e recusa em comer. Isso pode levar à falta de alimentação ou à desidratação, o que pode causar sintomas como diarreia, fezes líquidas ou indigestão. No entanto, se o bebê tiver mais de três quadros de fezes líquidas por dia, é provável que ele realmente esteja doente, e não apenas a dentição esteja a causar o problema.

• Irritação geral e mau humor.

Aumento de salivação e baba.

• Desejo de morder qualquer coisa (dedos, brinquedos, mãos dos pais, etc.). Muitos bebês tentarão pegar objetos para mastigar ou colocar na boca qualquer coisa que possam tocar, especialmente se o objeto for um pouco duro ou de borracha. Isso pode parecer contraproducente, contudo, morder objetos parece realmente ajudar a aliviar a pressão nas gengivas.

• Em alguns casos, podem ocorrer sintomas parecidos à constipação (resfriado), incluindo tosse leve, corrimento nasal ou bochechas e orelhas vermelhas. Isso pode acontecer devido ao bebê estar a colocar as suas mãos e objetos na sua boca, mais vezes.

Se esses sintomas durarem mais de dois a três dias, deve levá-lo ao médico para identificar o que está a causar o problema.

• Uma erupção cutânea em torno do queixo do bebê, que se pode parecer com o eczema, devido ao aumento da baba e o toque no rosto.

• A maioria dos médicos não reconhece a febre como um sintoma da dentição. Se o seu bebê parece estar doente com febre e tem alta temperatura corporal, é provável que seja por outro motivo.

Visite sempre o médico se a temperatura do bebê exceder os 101 graus Fahrenheit (38º C) por mais de 1 a 2 dias, pois, isso indica que está doente.

Tratamentos medicamentosos para alivio dos sintomas

Quando os sintomas da dentição do bebê são muito desconfortáveis, o médico pode recomendar a toma de um analgésico sem receita médica. Um exemplo é o acetaminofeno líquido, que pode ser administrado com segurança a bebês, em pequenas quantidades, de modo a lidar/reduzir a dor por cerca de quatro horas.

O que Procura?
Como Evitar Acidentes em Bebês dos 12 aos 24 meses

A maioria dos especialistas recomenda, apenas, dar analgésicos ao bebê quando é realmente necessário, geralmente antes de ir dormir, para ajudá-lo a descansar melhor.

Alguns médicos e pais também escolhem aplicar um gel ou bálsamo calmante na boca do bebê para diminuir o inchaço e a sensibilidade. Os tipos mais populares de gel incluem Orajel™ e Anbesol®.

Os géis podem sair das gengivas com extreme facilidade, portanto, não fornecem alívio  durante muito tempo. Eles podem ser úteis em dias difíceis quando o bebê está a passar por momentos de dor difíceis.

No entanto, note que estes produtos contêm benzocaína. A FDA adverte contra o uso deste analgésico uma vez que pode causar uma condição médica rara, porém, grave.  (45)

6 remédios naturais para sintomas de desconforto provocados pela dentição

O que fazer: Analgésicos, massoterapia, géis tópicos, ervas medicinais e remédios caseiros, todos eles podem ajudar a reduzir a inflamação e a dor.

1. Frutos e vegetais macios e frios

Dando à dentição do bebê algo fácil de mascar, frutas frescas e vegetais para roer ou chupar são uma das melhores maneiras de mantê-los hidratados e confortáveis.

Também é fácil fazer a sua própria comida, garantindo que esteja a dar a seus filhos os melhores ingredientes que pode. Aqui estão alguns dos mais populares:

Iogurte frio
• Compota de maçã natural (uma das mais fáceis, feita em casa)
Banana congelada ou abacaxi. Apenas se certifique de observar atentamente que o bebê não se sufoque.
• Cenouras frias, aipo, abacate ou pepino.

Conheça os melhores Óleos Essenciais Analgésicos

2. Toalhas de rosto frias, compressas ou colheres

Os especialistas sugerem que permita que o bebê morda algo quando este está a sofrer com a dentição, pois, esta prática ajuda a diminuir a pressão e a dor que sentem. (06)

Dê-lhes um objeto de borracha ou madeira que seja limpo e não tóxico ou, melhor ainda, um objeto frio.

Um exemplo de um brinquedo para mascar é um anel ou boneca de madeira, que é usado no Japão para suavizar os sintomas do nascimento dos primeiros dentes, chamado de boneca kokeshi (kokeshi doll). Para ajudar a reduzir o inchaço das gengivas do bebê, pode dar-lhes algo frio (e limpo!) para mastigar, como:

• Uma toalha fria. Uma solução simples é embrulhar vários cubos de gelo numa toalha limpa, amarrando uma fita elástica ou um nó na toalha para segurar o gelo e, em seguida, deixe o bebê chupar a toalha. Desta forma, o gelo derrete, mas, não se torna um perigo de asfixia.

• Outro método similar é mergulhar um pano limpo em água fria, torcer o excesso de água, depois colocar o pano no congelador ou no frigorífico um pouco. Deixe o bebê morder o pano, ou aplique-o nas bochechas e no queixo.

Também pode tentar congelar a chupeta ou o mamadeira (biberão) do bebê. Para isso, encha um biberão e coloque no congelador virado para baixo, de modo que a água congele na tetina.

Outra opção é dar ao bebê uma colher fria para chupar. O objeto frio pressionado contra as gengivas pode adormecer a região da dor e reduzir a inflamação.

Coloque algumas colheres no frigorífico durante várias horas para que tenha uma solução fria, pronta para quando o bebê precisar dela.

3. Colar de Âmbar para a dentição

Os colares de âmbar para os dentes, geralmente feitos de âmbar do Báltico, são usados em volta do pescoço do bebê para reduzir a irritação e diminuir a dor.

Os colares de âmbar contêm um ingrediente ativo chamado ácido succínico, que pode ter um efeito analgésico suave (Diminuição da sensibilidade). (7)

A teoria por trás dos colares de âmbar é que, quando a pele do bebê esfrega no colar, alguns óleos de âmbar se infiltram na pele, ajudando a reduzir a inflamação, portanto, o desconforto.

O que Procura?
Tratamento Natural para Hepatite

Embora existam muitos depoimentos informais de que os colares de âmbar são úteis, não existem evidências científicas de que definitivamente funcionem. Neste caso, cabe aos pais decidirem se vale a pena tentar ou não.

A maioria dos bebês tolera muito os colares de âmbar, embora, se o colar quebrar, possa ser um potencial risco de asfixia. Não deixe o bebê usar o colar quando ele ou ela estiver fora da sua visão, como quando estão a dormir sozinhos durante a noite.

4. Óleos Essenciais

Alguns óleos essenciais são muito úteis para manter o bebê calmo, enquanto outros são úteis para reduzir a inflamação e aliviar a dor. Para ajudar o bebê a dormir e relaxar quando se sente desconfortável, tente difundir o óleo essencial de lavanda, camomila ou baunilha no quarto.

5. Toque e Massagem

O toque físico pode ajudar o bebê a relaxar, massaje suavemente para acalmá-lo. Distrair com brinquedos, jogos, atenção ou objetos para brincar, também funciona para reduzir a sua fixação pela dor.

Já que eles podem ficar desconfortáveis com o toque na mandíbula ou ouvidos, tente esfregar as costas, segurando-os, quando tiverem um dia extremamente incômodo.

Se o seu bebê permitir, pode ajudar a reduzir boa parte da pressão na boca, massajando levemente as suas gengivas, bochechas e orelhas.

Também pode tentar aplicar uma quantidade muito pequena de óleo essencial de cravo-da-índia nas gengivas, que possui qualidades analgésicas naturais e ajuda a aliviar a dor. Na verdade, antes que os medicamentos anestésicos estivessem disponíveis no mercado, já o óleo de cravo-da-índia era usado para diminuir as dores de dentes e minimizar outros problemas ou procedimentos dentários. (8)

6. Remova a saliva após o bebê se babar, para prevenir erupções cutâneas

Por vezes, os bebês desenvolvem erupções cutâneas no queixo, durante o crescimento dos dentes de leite, devido ao aumento da salivação.

Poderá remover a saliva extra com um pano macio, ajudando a evitar que o queixo se irrite ou fique gretado.

Para tratar a erupção cutânea do bebê (seja no rosto ou em outro lugar, como as nádegas), pode tentar aplicar alguns produtos naturais, incluindo o óleo de coco ou amêndoa, manteiga de karité, calêndula, ou óleo de magnésio.

Cuidados a ter quando o bebê está na fase inicial da dentição

Embora a dentição possa causar uma série de sintomas, incluindo sintomas de resfriado ou irritabilidade, o melhor será visitar o pediatra se os sintomas persistirem por vários dias.

Os sintomas da dentição podem ser similares àqueles causados por outras doenças, portanto não ignore os sinais anormais que o seu bebê está a exibir durante longos períodos de tempo.

Geralmente os sintomas provocados nesta fase não são graves o suficiente para afetar realmente a saúde do bebê. Sabendo isso você deve considerar se é outra condição, de facto, a culpada pelo bebê estar a passar por momentos difíceis.

Se optar por dar ao bebê um analgésico para reduzir a dor, não administre produtos feitos com benzocaína ou aspirina, uma vez que não são recomendados, e podem causar efeitos colaterais graves, em casos raros, incluindo a síndrome de Reye. (9)

Para garantir ao bebê que tudo corre bem durante este processo, a Academia Americana de Odontologia Pediátrica e a Academia Americana de Pediatria recomenda que os pais levem a criança a um primeiro exame odontológico antes do de terminar o 1º ano.

Pensamentos finais

• A dentição (odontíase) acontece quando os dentes de leite do bebê rompem as gengivas, geralmente entre os 4 a 8 meses de idade.

• Os principais sintomas incômodos podem incluir um aumento dos choros, gengivas doloridas, irritabilidade, dificuldades em dormir, gengivas inchadas e mastigação de objetos duros.

• Os principais remédios naturais indicados para esta fase, incluem dar ao bebê objetos frios, panos ou alimentos para chupar, massajar as suas gengivas, distraí-los, usar óleos essenciais para mantê-los calmos, ou fazer com que eles usem um colar de âmbar.

10. novembro 2017 by admin

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *