Sinusite Bacteriana

Publicado por Equipe Editorial a 19 de julho de 2014 - Atualizado em 1 outubro 2018

A sinusite bacteriana é a inflamação de um ou mais seios perinasais. É uma inflamação provocada por bactérias, que normalmente surge após episódios alérgicos ou gripes, doenças que fazem com que as mucosas nasais fiquem mais vulneráveis à presença de bactérias.

Sinusite Bacteriana

A sinusite bacteriana é frequente, mas muitas vezes não é diagnosticada de forma correta porque apresenta sintomas que são comuns a outras patologias.

Para que eventuais complicações possam ser evitadas, a sinusite bacteriana deve ser diagnosticada de forma precoce. Iniciar rapidamente um tratamento adequado é essencial para evitar lesões permanentes nas mucosas nasais.

Causas da Sinusite Bacteriana

A sinusite bacteriana surge devido à presença excessiva de bactérias nos seios nasais. Muitas vezes, a proliferação de bactérias acontece após episódios de constipação, gripe ou reações alérgicas, que deixam os seios nasais fragilizados e mais expostos a este tipo de agressão.

Sintomas da Sinusite Bacteriana

O quadro sintomático da sinusite bacteriana inclui sintomas como:

  • Dores de cabeça;
  • Estados febris;
  • Espirros;
  • Dores na face;
  • Lacrimejar constante dos olhos;
  • Olhos vermelhos;
  • Corrimento nasal;
  • Tosse seca;
  • Tonturas;
  • Dor de dentes;
  • Mau hálito;
  • Odores desagradáveis libertados pelo nariz;
  • Cansaço.

Tratamento da Sinusite Bacteriana

O tratamento da sinusite bacteriana requer a utilização de antibióticos, com o objetivo de atenuar a inflamação. Contudo, como é cada vez mais frequente, algumas das bactérias revelam-se atualmente resistentes à utilização de antibióticos, o que aumenta a dificuldade do tratamento.

Para garantir que o tratamento é eficiente e que os sintomas não vão voltar a surgir, os pacientes devem realizar a medicação prescrita durante todo o período indicado pelo médico. Alguns pacientes abandonam os remédios assim que os sintomas começam a desaparecer, o que prejudica a eficácia do tratamento para a sinusite bacteriana.

Adicionalmente, os pacientes podem lavar as narinas recorrente a soro fisiológico ou a descongestionantes.

Se surgirem complicações, os pacientes devem recorrer a um otorrinolaringologista, que fará uma nova avaliação da situação.