Solução caseira para a diabetes

O controlo da diabetes de tipo 2 poderá ser feito através da utilização de determinadas soluções caseiras. Para fazê-lo, apenas precisará de introduzir na sua rotina alimentar diária grãos dos mais diversos tipos, como é o caso de centeio, cevada, trigo, aveia e soja.

Ler: Chá de Pata de Vaca para Diabetes

Solução caseira para a diabetes

A qualquer um destes grãos poderá ser dada uma enorme diversidade de utilizações, e com eles preparados refeições verdadeiramente deliciosas que, quando consumidas nas proporções ideais, em muito poderão ajudar a combater este problema que cada vez mais pessoas afecta nos dias de hoje.

Segundo estudos científicos que têm vindo a ser conduzidos no decorrer da última década, as pessoas diabéticas poderão ser altamente favorecidas pelas fibras presentes em cereais, daí o seu consumo regular ser altamente aconselhado.

Estas fibras contêm um baixo índice glicémico, e por essa razão retardam a absorção de glicose, o que não só é extremamente positivo para quem sofre de diabetes, como também para todos aqueles que queiram prevenir o desenvolvimento desta doença. Os grãos poderão ser adicionados a qualquer tipo de prato, e deverão sempre marcar presença em todas as suas refeições.

Como complemento, nunca se esqueça de praticar actividade física com a maior regularidade possível. Evite o consumo de doces e prefira sempre os vegetais aos cereais. Também é importante evitar o consumo excessivo de alimentos de uma só vez, na medida que tal poderá contribuir imenso para os picos de açúcar, o que acabará por levar ao desenvolvimento de diabetes de tipo 2.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 5:06 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)