Solução Caseira para Cirrose Hepática

Solução Caseira para Cirrose Hepática

A cirrose hepática é uma doença que consiste na destruição do fígado. Explicando melhor, as células que constituem o fígado vão morrer e são trocadas por uns tecidos fibrosos com forma de cicatrizes. Estas alterações que ocorrem no fígado vão dar origem a nódulos de regeneração, que vão causar problemas a nível da circulação sanguínea no fígado. O fígado deixa assim de realizar as suas funções de modo eficiente.

O fígado tem como função realizar a síntese proteica, a síntese de vitaminas, a eliminação de tóxicos, a absorção dos alimentos e muitas mais. A principal causa pelo aparecimento da cirrose hepática é a ingestão elevada de bebidas alcoólicas. No entanto, também pode ser originada por vírus ou gordura excessiva no fígado.

Quando a cirrose se instala no fígado, inicialmente não dá muitos sinais da sua existência. Mas, com o tempo vão surgindo outros problemas como a perda da atividade das células hepáticas e a deformação do fígado. Além disso também provoca a fadiga, a falta de apetite, os enjoos e a perda de peso.

A cirrose hepática possuium tratamento que consiste na eliminação do consumo de álcool ou de drogas e em realizar uma alimentação saudável rica em muitas vitaminas. Mas, em casos mais graves chega a ser necessário o transplante de um fígado. Caso tenha deteta uma cirrose hepática em estado inicial, então pode optar pela solução caseira para a cirrose hepática que nós lhe apresentamos. A nossa solução caseira consiste em sementes de mamão e é extraordinária.

Ingredientes:
1 Colher de sopa de sementes de mamão
1 Limão.

Modo de preparação:
1. Inicialmente triture as sementes de mamão num recipiente de vidro;
2. De seguida adicione 10 gotas de limão;
3. Misture tudo muito bem até ficar homogéneo;
4. Por fim, ingira 2 colheres de sopa por dia durante um mês.

Esta fruta é constituída por antioxidantes e sedativos, que ajudam a restauração do fígado.

Leia Também:

Remédio Caseiro para Gordura no fígado
Como Tratar Gordura no Figado

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Esta matéria tem 8 Comentários
  1. Adauto Fonseca Henrique Reply

    Excelente, assim todos acreditassem nos ensinamentos populares, e assim evitariam consequencias danosas à saúde.

    Atenciosamente…………………………gostaria de estar recebendo mais informações quanto a cirrose hepática descompensada.

    Obrigado e até………

  2. Ivete ferreira Ribeiro Reply

    boa tarde .meu pai tem cirrose hepatica bem avancada estar tendo muita crise de dor parece que a medicaçao nao esta fazendo efeito nei hum o que fazer?

  3. oscar estrada Reply

    Tengo a mi papa enfermo de cirrosis hepatica tiene 78 ańos . Pregunta la papaya y el limon ahy que molerlos y algun otro remedio casero natural. Gracias por su apoyo.

  4. Eugenio Vital Reply

    Eu tenho esteatose hepática, do gº II, será que com a semente de mamão vou reverter meu caso?

  5. paulo herms batista Reply

    A semente do mamão deve ser usada seca?

  6. paulo herms batista Reply

    Realizei um exame de ultrassonografia do abdômen + próstata, na primeira avaliação foi constatada a presença de um pouco de gordura no meu fígado, já fui a muitos anos atrás usuário de bebidas alcoólicas, hoje faço uso muito esporadicamente e o consumo e no máximo de 3 a 4 cervejas por semana, gostaria de saber além de para totalmente com a cerveja se existe alguma outra forma para me ajudar, estou deveras preocupado tenho 55 anos.

    Atenciosamente,

  7. jose carlos fardin Reply

    Eu tenho esteatose hepática, do gº II, será que com a semente de mamão vou reverter meu caso?

  8. Pollyana Reply

    Tenho uma dúvida, a semente de mamão pode ser usada assim que retira do mamão ou tem que deixar secar primeiro? Agradeço a atenção!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 5:20 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)