Solução Salina Para Sinusite com Bicarbonato de sódio

A sinusite é uma infecção respiratória que ocorre nas fossas e cavidades nasais. Esta deve-se devido à acumulação de pus nessas cavidades, que levam à dificuldade respiratória, e sensação constante de obstrução nasal.

Como sintomas de sinusite temos dor na face (normalmente por baixo dos olhos, na zona das bochechas), possíveis dores de cabeça, corrimento nasal constante, e por vezes mau hálito bocal (devido ao corrimento do muco das cavidades nasais para a faringe).

O típico tratamento da sinusite é através uma lavagem nasal e possível prescrição médica de antibióticos. Mas também há uma excelente solução caseira para ajudar a eliminar o muco nasal e assim ficar com as fossas nasais livres de sinusite.

Referimo-nos a uma solução salina para sinusite que consiste na lavagem do nariz e respetivo descongestionamento facilitando assim a respiração, e alivio dos sintomas de sinusite.

Necessário
• Bicarbonato de sódio
• Sal marinho
• Água

Preparação

Para preparar este soro, tem de juntar 1 colher de chá de bicarbonato de sódio em 250 ml de água a ferver e 2 colheres de chá de sal marinho. Deixe o soro arrefecer e quando estiver morno, com a ajuda de um conta-gotas, coloque algumas em cada narina. Repita entre duas a três vezes por dia, ou quantas vezes ache necessário.

Guarde o soro num recipiente fechado hermeticamente e num ambiente seco. Não use a solução mais do que 4/5 dias seguidos, pois perde as suas propriedades, recomendamos que faça outra solução ao fim desse tempo.

Esta solução ao ser colocada diretamente nas narinas irá ajudar a eliminar o muco nasal acumulado nas fossas nasais. Como medidas de prevenção contra a sinusite devemos evitar ambientes húmidos e insalubres.

Ler Também

Saiba exatamente a melhor forma de fazer uma Lavagem nasal com água, sal e bicarbonato

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 5:10 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)