6 Soluções Rápidas para Cãibras nas Pernas Durante a Gravidez

A gravidez traz consigo um vasto conjunto de mudanças corporais.

O crescimento do útero, por exemplo, tende a fazer com que as veias principais das pernas fiquem sob maior pressão, o que acaba por originar cãibras, particularmente durante o segundo e o terceiro trimestre da gravidez.

Este problema pode, no entanto, ser contornado com alguns exercícios, suplementos e alterações na sua postura corporal.

Diversos são os fatores que contribuem para a ocorrência de cãibras nas pernas durante a gravidez, podendo variar significativamente de pessoa para pessoa.

Cãibras Nas Pernas Durante A Gravidez

Este problema pode, tanto ser o resultado do crescimento da barriga, que acaba por exercer uma maior pressão nas pernas, quanto do inchaço resultante da acumulação de fluído nas pernas.

Tendem a ser mais recorrentes no segundo e terceiro trimestre de gravidez e manifestam-se mais frequentemente durante o sono.

Felizmente, este não é um problema grave e pode ser facilmente amenizado através da adopção de simples medidas.

1. Faça alongamentos, relaxe e exercite-se mais

Faça Alongamentos, Relaxe E Exercite Se Mais

Os exercícios de alongamento poderão revelar-se muito eficazes no alívio e prevenção de cãibras nas pernas.

Simples exercícios de flexibilidade serão o suficiente para amenizar o problema e ajudar a relaxar os músculos das pernas.

Se não tiver ideia de como executá-los, poderá facilmente encontrar dicas sobre os mesmos através de uma pesquisa rápida na internet.

2. Mantenha-se hidratada

Mantenha Se Hidratada

Durante o período de gravidez o seu corpo precisa de água suficiente para hidratar duas pessoas, por isso é importante consumir água em abundância.

Isto também ajudará a evitar a desidratação das células musculares, que em muito pode potenciar a ocorrência de dores e cãibras nas pernas.

3. Tome suplementos

Tome Suplementos

Determinadas deficiências nutricionais podem também dar origem a este problema, como é o caso da deficiência de cálcio e de magnésio.

Se for este o caso, talvez seja boa ideia iniciar a utilização de suplementos sob supervisão médica, de modo a garantir que o seu corpo recebe as doses necessárias de cada um destes nutrientes.

Como alternativa, poderá também recorrer a cremes de magnésio.

4. Deixe o sangue circular

Estar grávida não é razão para não se mexer.

É importante certificar-se de que se mantém o mais ativa possível durante esta fase uma vez que um bom fluxo de sangue é essencial para a manutenção de uma musculatura saudável.

Deverá, no entanto, evitar exercícios muito pesados.

5. Utilize bons sapatos e tome banhos mornos

Dê prioridade a sapatos rasos, de sola flexível e fáceis de calçar, de modo a garantir o maior conforto possível.

De forma a ajudar os músculos a relaxar, sugere-se que tome banhos mornos com bastante frequência.

6. Mantenha os pés elevados

Mantenha Os Pés Elevados

Tente manter os pés elevados quando se senta ou deita, de modo a ajudar a reduzir o inchaço e a aliviar a pressão dos pés e das pernas responsável pelas cãibras.

Esta é uma das técnicas mais recomendadas por médicos para o alivio deste problema muscular.

E lembre-se! A boa notícia é que estas dores são apenas temporárias e facilmente tratáveis.

“Não as deixe roubar a alegria de estar grávida!”

Referências

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19410213
https://www.researchgate.net
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28413421
Page, Ernest W., and Emery P. Page. “Leg Cramps in Pregnancy: Etiology and treatment.” Obstetrics & Gynecology 1.1 (1953): 94-100

O que Procura?

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *