Stress e Alimentação

Stress e Alimentação: Uma alimentação saudável e equilibrada ajuda-nos a lidar melhor com as exigências do dia a dia. Em alturas de maior stress, tente incluir alimentos ricos em vitaminas e sais minerais na sua alimentação. Nomeadamente:

– Alimentos ricos em potássio, como espargos, cenoura, milho, tomate, maçã, morangos, salmão, atum e bacalhau.
– Alimentos ricos em vitaminas A e C, como brócolos, alperces, manga, alface, lima, limão, abóbora e pimento.
– Alimentos ricos em cálcio, como couve, espinafres, salsa, brócolos, alface, cebola, sementes de sésamo e girassol, peixe e, naturalmente, o leite e seus derivados.
– Alimentos ricos em zinco, como sementes de abóbora, cogumelos, arroz integral, sementes de sésamo e marisco.
– Alimentos ricos em magnésio, como os vegetais verdes com folhas, salsa, peixe, caju, couve e feijões.

Ler Também:

Massagem com Óleos essenciais para Aliviar o Stress
Banho para Aliviar o Stress
Solução Caseira para o Stress
Suco Natural Anti-Stress
Remédio Caseiro para o Stress
Remédio Natural para o Stress
Calmante Natural
Remédio Calmante Natural
Sabonete Caseiro Para Diminuir o Estresse

Regras de ouro para uma alimentação saudável e equilibrada

Nós somos o que comemos. A nossa alimentação reflecte-se no estado do nosso cabelo, unhas, pele, dentes, forma física e até no nosso estado emocional. Seguir uma alimentação saudável e equilibrada nem sempre é fácil, especialmente com o nosso ritmo de vida. Tanto quanto possível tente adoptar estas regras como parte do seu estilo de vida.

Evitar os fritos. Opte por métodos de preparação como o forno, a grelha ou a cozedura a vapor. Utilize azeite ou óleo de girassol em vez de gorduras sólidas tipo manteiga e margarina. Não se esqueça que a cozedura reduz o valor nutritivo dos alimentos que nos ajuda a combater doenças. Tanto quanto possível coma alimentos crus ou levemente cozinhados.

Tenha uma alimentação rica em fruta e vegetais, especialmente vegetais verdes com folhas. Estes alimentos são ricos em vitaminas, sais minerais e fibra ( necessária para o bom funcionamento dos intestinos).

Evite alimentos refinados ou transformados por processos mecânicos e químicos, por exemplo batatas fritas, bolachas, chocolates, bolos, gelado, cereais para o pequeno almoço, refrigerantes etc. Estes alimentos tem pouco valor nutritivo e são o que se chama “calorias vazias”.

Evite alimentos tratados com aditivos e conservantes (utilizados para melhorar o “aspecto” e tempo de vida dos alimentos). Estes aditivos são tóxicos para o nosso corpo e comprometem o nosso sistema imunitário. Tanto quanto possível escolha alimentos orgânicos. Evite carne tratada com hormonas, especialmente utilizadas nas aves de capoeira.

Variar na sua alimentação. Todos os grupos alimentares são necessários para o equilíbrio do nosso sistema. Isto inclui as gorduras não saturadas como o azeite, óleo de milho, de girassol, de noz e de amendoim. Evite e cozinhar as gorduras, especialmente em lume forte.

Seja moderado. Evite as dietas drásticas ou comer em demasiado. O nosso corpo necessita de energia/calorias simplesmente para manter as suas funções vitais. Uma mulher entre 20 a 40 anos necessita em media entre 1500 a 2000 calorias por dia.

Beba agua: entre 6 a 8 copos por dia. Não se esqueça que 70% do nosso corpo e constituído por agua o que equivale a dizer que a agua e vital. E necessária na regulação térmica, na eliminação e na reparação dos tecidos. E melhor que tudo, para quem queira perder peso, não tem calorias!

Coma regularmente. E preferível comer menos mas mais vezes ao dia (5 refeições pequenas por dia). Tente jantar pelo menos 2 a 3 horas antes de se deitar de forma a dar tempo para fazer a digestão. Evite comer alimentos demasiado pesados a noite. Mastigue bem a sua comida. Não se esqueça que a digestão começa na boca. Comer devagar permite saborear melhor a comida e reduz o montante que comemos.

Finalmente, tente comer num ambiente calmo e sereno. O stress prejudica a digestão.

O que Procura?

Esta matéria tem 1 Comentário
  1. mari Reply

    Nossa que bom eu precisava de saber p\ melhor entender somos o que comemos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *