Suco de batata para úlcera no estômago (Úlcera Gástrica)

Suco de batata para úlcera no estômago: É muito comum ouvir falar-se em úlceras estomacais ou gástricas. Estas úlceras são, nada mais, nada menos, que feridas de alguma profundidade que atingem a parede do estômago.

batata

Normalmente causam dores fortes quando estamos em jejum e, na sua fase mais avançada, pode provocar sangramento.

É mais usual ver mais homens do que mulheres a queixarem-se deste problema e os principais sintomas que ouvimos é a falta de apetite, azia, enjoos, vómitos e a garganta irritada. Apesar desta doença se desenvolver ao longo de todo o ano, é mais provável que se evidencie mais durante a Primavera e o Outono.

As úlceras gástricas são muitas vezes causadas pelo estilo de vida do indivíduo, principalmente daqueles que fumam e bebem. Ao adotar estes hábitos, a pessoa estará a contribuir para o desaparecimento gradual do muco protetor das paredes do estômago e, caso o muco não se produza nas quantidades necessárias, a probabilidade de aparecimento de uma úlcera aumenta consideravelmente.

Existem inúmeros fármacos para o tratamento de úlceras gástricas mas muitos deles são inúteis e acabam, maioritariamente, por levar o doente a uma sala de operações. É essencial que o doente evite o stress, o álcool, o tabaco, se alimente de forma equilibrada e tenha um sono regular.

A par com todas as indicações que lhe damos, aconselhamos vivamente que comece a beber o nosso sumo de batata. Sendo a batata um alimento rico em vitamina B, C e betacarotenos, esta é ideal no combate a esta doença.

Para isso lave, descasque e corte em pequenas rodelas 3 batatas médias. Depois coloque-as dentro de um liquidificador juntamente com 300 ml de sumo de melão e bata energicamente e está pronto a ser bebido. Para resultados mais eficazes, recomendamos que beba este sumo várias vezes ao dia.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 5:28 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)