Suco de espinafre e cenoura para prisão de ventre

Suco de espinafre e cenoura para prisão de ventre: A prisão de ventre ou obstipação intestinal é um sintoma caracterizado pela difícil libertação das fezes, o qual afecta menos os homens do que as mulheres devido a causas hormonais. Os principais sintomas da prisão de ventre são as cólicas, o inchaço da barriga, mau humor e as fezes muito duras.

camomila

Esta difícil libertação das fezes deve-se em parte à falta de exercício, falta de alimentos ricos em fibras, desidratação, medicações e anteriores contenções de vontade de defecar.

Tendo em vista o alívio da prisão de ventre, deixamos-lhe aqui duas receitas uma do sumo de espinafre e cenoura. Ambos os ingredientes possuem bastantes fibras e minerais importantes para este sintoma, e o chá de camomila da Alemanha, que para além de ser bom para a prisão de ventre, é anti-inflamatório e antialergénico.

Para o sumo de espinafre e cenoura, que deve tomar uma dose diariamente, necessita de três tomates, uma cenoura e três folhas de espinafres grandes, tudo bem lavado. De seguida deve colocar, separadamente, todos os ingredientes no liquidificador até que fiquem bem líquidos. Por fim após misturar tudo, deve colocar açúcar a seu gosto.

Para o chá de camomila, que deve tomar no mínimo uma chávena diária, precisará de uma chávena de folhas secas de camomila e quinhentos mililitros de água. De seguida, com a água fervente despeje-a para um copo com as folhas de camomila. Por fim, com a ajuda de um coador limpe as impurezas do chá e adicione açúcar a seu gosto.

Para além destes remédios deve também evitar o uso de laxantes, fazer exercício e comer alimentos ricos em fibras. Lembre-se que a prisão de ventre pode ser bastante perigosa e irritante, e por essa razão qualquer cuidado caseiro não deve substituir a consulta de um médico para os devidos cuidados.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 5:28 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)