Suco de tomate para distúrbios do fígado

Suco de tomate para distúrbios do fígado: Existe uma música famosa que diz “quando o cabeça não tem juízo, o corpo é que paga”! Mas se fossemos mais rigorosos, deveria dizer que quando a cabeça não tem juízo, o fígado é que paga.

Muitas vezes quando estamos com alguma problema de saúde, facilmente culpamos o fígado. No entanto, na grande maioria das vezes, este apenas funciona mal devido aos nossos excessos. Uma alimentação desequilibrada ou o consumo excessivo de álcool, são dois exemplos de como estamos a forçar para além do limite um dos órgãos mais importantes do corpo.

O fígado tem várias funções essenciais: desintoxicar o organismo, produzir colesterol, segregar a bílis, responsável pela digestão das gorduras, armazenar a glicose sob a forma de glicogénio, até ser necessária nalguma região do corpo, sintetizar proteínas essenciais ao funcionamento do organismo, como a albumina, entre outras funções igualmente importantes.

Como vê, o fígado é importantíssimo para o seu organismo. Mas, até este órgão tem o seu limite. Por exemplo, no metabolismo do álcool. O fígado consegue fazê-lo até uma certa fronteira. A partir daí, a presença exagerada dessa substância começará a provocar problemas de saúde, como por exemplo, a cirrose. Assim, além de hábitos de vida mais saudáveis, que protejam a saúde do fígado, existem algumas coisas que pode fazer quando este não funciona tão bem. Dessa forma, apresentamos uma receita natural para os distúrbios do fígado.

Suco de tomate

Esta é uma receita muito simples para a qual apenas necessitará de dois tomates maduros grandes e 60 ml de água. Coloque tudo na liquidificadora e passe muito bem. Está pronto a beber. Se quiser, pode acrescentar um pouco de sumo ao seu gosto, para o paladar ficar mais agradável. O tomate tem propriedades que permitem ajudar o fígado a eliminar o excesso de gordura, e dessa maneira, ajudá-lo a voltar ao seu funcionamento normal.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça uma Pergunta ou Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 5:21 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)