Tecido conjuntivo - Fotos Antes e Depois
Fotos Antes e Depois

Tecido conjuntivo

Tal como o nome indica, o tecido conjuntivo tem a função de “conexão” (conectar). Ele suporta e une outros tecidos. Ao contrário do tecido epitelial o tecido conjuntivo tem células espalhadas por toda a sua matriz extracelular. O tecido conjuntivo é um dos quatro tipos básicos de tecido e o que tem mais funções. Os outros são o tecido epitelial (superfícies e glândulas), tecido muscular (células contráteis) e o tecido nervoso. Os órgãos utilizam várias combinações desses quatro tipos de tecidos, que compõem, assim, todo o corpo. Cada tipo de tecido mantém sempre o seu carácter fundamental onde quer que se localize.

Tecido conjuntivo – Anomalias da pele.

Ter uma pele jovem e bonita é o sonho de todas as mulheres. Contudo, muitas vezes esse maravilhoso aspecto pode ficar seriamente comprometido se o rosto for “invadido” por certas anomalias cutâneas às quais, incompreensivelmente, não é dada muita importância. Torna-se importante reconhecer as anomalias que podem acontecer ao seu rosto e saber se se pode livrar facilmente de algumas delas ou suavizar a aparência de outras. Para isso basta que as identifique e recorra aos profissionais competentes. Dentro nas anomalias que podem atingir o tecido conjuntivo podem surgir:

Verrugas

Porque se devem à presença de um vírus, as verrugas são contagiosas, pelo que se deve ter com elas o maior cuidado. As verrugas presentam na camada mais superficial da pele (extracto córneo) um certo relevo abaulado e rugoso e podem dividir-se em juvenis e senis. As verrugas juvenis aparecem com frequência em crianças com uma coloração geralmente clara, em grupos e de grandes dimensões. Por sua vez, as verrugas senis surgem na idade madura com uma coloração amarelada, com menor dimensão e geralmente isoladas. Quando existem verrugas é importante que se detecte a verruga-mãe, também conhecida por verruga principal que se localiza no centro e é rodeada por pequenas verrugas secundárias. Devido à origem viral, as verrugas podem desaparecer de um momento para o outro sem qualquer explicação ou permanecer durante muito tempo. Neste caso deve consultar um dermatologista que as pode retirar com bisturi eléctrico, laser, por algum processo químico ou outro que entenda o mais adequado.

Fibromas

Tratam-se de pequenas imperfeições cutâneas benignas, podendo a sua coloração ser a mesma da pele ou ligeiramente mais escura, de formato alargado ou mesmo arredondado e mostrar uma espécie de pedúnculo. Ao contrário das verrugas, os fibromas têm a sua superfície sempre lisa e são absolutamente inofensivos. No entanto, uma vez que exercem um efeito bastante inestético em zonas visíveis como as mãos, pescoço e rosto, recomenda-se a sua remoção pelo dermatologista. Uma vez que se trata de um problema muito superficial, a sua extirpação não deixa qualquer cicatriz.

Millium

Também conhecidos como pontos brancos. Constituem um problema cutâneo que se apresenta com pequeníssimos grãos duros esbranquiçados, isolados ou em grupos. Apesar de poderem surgir em todo o rosto, este problema aparece com mais facilidade em redor dos olhos, em especial na pálpebra inferior. Formando-se por debaixo da epiderme, não se conhece bem a sua origem, embora dependam do processo metabólico da pele. Julga-se serem formados por uma combinação de sebo com ácido úrico e dificilmente se retiram, à semelhança dos pontos negros, porque não têm qualquer canal de drenagem para o exterior. Podendo manter-se com a mesma dimensão durante muito tempo, os pontos brancos podem, igualmente, desenvolver-se gradualmente até atingirem o tamanho de um grão de milho – outro nome pelo qual são conhecidos. Uma vez que não têm um canal aberto de drenagem, compete a sua extirpação a profissionais de estética competentes ou dermatologistas, usando-se para o efeito uma agulha ou mesmo um pequeno bisturi se necessário e dependendo do seu tamanho. Para fazer a prevenção do seu aparecimento, aconselha-se o uso de cremes regeneradores e nunca deve aplicar o creme habitual que usa no rosto na região que circunda os olhos.

Xantelasmas e xantomas

Apresentam-se como pequenos nódulos amarelados de tom claro, por vezes largos e alongados que se podem assemelhar a um feijão e surgem preferencialmente na zona da pálpebra inferior dos olhos, tomando o nome de xantelasmas. No entanto, podem surgir também nas mãos ou no corpo; aí tomam o nome de xantomas. Neste último caso, trata-se de um crescimento anormal do próprio tecido cutâneo, que se deve à formação de um depósito de gorduras misturadas com colesterol. Este problema surge geralmente em pessoas idosas. Apesar de serem malformações cutâneas perfeitamente inofensivas, aconselha-se que se façam desaparecer o mais depressa possível devido ao seu efeito inestético, pelo que poderá recorrer a um dermatologista ou a um cirurgião plástico.

One Comment

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *


  1. Fui numa dermatologista e ela me receitou o seguinte:
    Lavar o rosto antes de dormir com um sabonete chamado dermovitin original, depois passar dia sim dia não um ácido chamado Differin 3mg. De manhã, lavar o rosto novamente e passar um protetor solar toque seco (Episol fts45) faça chuva ou faça sol. Até sumir. E nem pensar em esfoliar ou usar bucha!Depois digo o que deu…

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *



Seguir fotosantesedepois.com

Siga-nos na rede social Facebook e receba dicas sobre os temas de saúde mais atuais.

Facebook Fotos Antes e Depois
Receber Dicas de Saúde?

Se está interessado/a em receber no seu Email, dicas de saúde, remédios caseiros..., subscreva a nossa newsletter.

Contacte-nos

© 2018 Fotos Antes e Depois | Politica de Privacidade