Teletrabalho – Será que tenho perfil para trabalhar em casa?

Teletrabalho- Será que tenho perfil para trabalhar em casa?

Quem opta pelo teletrabalho, deve estar preparada para trabalhar sem a companhia dos colegas e, sobretudo, ser suficientemente organizada para gerir sozinha as suas tarefas. Para descobrir se tem esse perfil, responda sinceramente a estas perguntas.

A minha relação com as tecnologias é boa? Para que o teletrabalho resulte é preciso que se mantenha em contacto permanente com a empresa e para isso é fundamental que domine algumas tecnologias de comunicação. A internet é indispensável.

A minha actividade profissional pode ser exercida em regime de teletrabalho? O teletrabalho não é uma solução ajustável a actividades ligadas à produção ou distribuição de bens, mas de resto quase todas as actividades podem ser exercidas longe da empresa. Jornalistas, decoradoras, tradutoras, advogadas, arquitectas, consultoras de imagem podem fazer da casa o seu escritório.

Que tipo de pessoa sou eu? O teletrabalho exige iniciativa, disciplina e um elevado grau de autonomia e equilíbrio. Se você não se enquadra neste perfil talvez o teletrabalho não seja uma boa opção para si. Quem está em início de carreira tem muito a aprender com os colegas mais experientes e trabalhar em casa poderá não ser também a escolha mais acertada.

Como é que é a minha casa? Antes de pensar em ser teletrabalhadora, pense primeiro se a sua casa tem condições para acolher um escritório. Além de espaço, é preciso que tenha em casa um ambiente suficientemente sossegado para se concentrar no trabalho.

Qual é o perfil do teletrabalhador ideal?
autónomo;
emocionalmente equilibrado;
capaz de enfrentar alguma solidão;
responsável;
disciplinado;
organizado;
com relações sociais estáveis;
com bom ambiente familiar;

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Esta matéria tem 2 Comentários
  1. rita Reply

    É importante este tema ser desenvolvido e divulgado entre as entidades empregadoras. Penso que, em Portugal, o sector empresarial ainda está demasiado agarrado aos padrões convencionais de laboração. É necessário alterar a ideia de que quem sai muito tarde do emprego é que trabalha bem.

  2. ydel Reply

    Tem uma grande importância a abordagem deste tipo de temas, em Portugal, para abrirmos mais os horizontes da população. O teletrabalho poderá ser a resolução de muitos dos problemas enfrentados diariamente pelos portugueses. Desde o trânsito ao stress por ele provocado. Assim poderemos ter muito mais produtividade com conforto e baixos custos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 2:54 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)