Tendinite no Tornozelo

Os tendões são estruturas fibrosas que existem em todo o corpo, e que têm como função ligar os músculos aos ossos, permitindo assim a realização dos movimentos.

Contudo, os tendões não possuem a mesma elasticidade dos músculos nem a força dos ossos, logo, em caso de sobrecarga, são as estruturas que mais sofrem.

Tendinite No Tornozelo

Quando isto ocorre, o tendão inflama, surgindo assim a tendinite.

A tendinite é assim uma inflamação aguda do tendão, e em caso de agravar e se tornar crônica, evolui para uma tendinose, onde há já lugar a degeneração das fibras do tendão.

Como tal, é essencial tratar a tendinite logo que ela surge, de modo a aliviar os sintomas mais facilmente, e ao mesmo tempo, impedir que ela se agrave.

Neste artigo poderá saber mais sobre um dos tipos de tendinite: a tendinite no tornozelo (Tendinite peroneal ou fibular). Confira as suas causas, sintomas, como diagnosticar e tratar.

Tendinite no tornozelo

A zona do pé e do tornozelo contém um conjunto importante de tendões, essenciais para realizar funções locomotoras, como por exemplo o simples ato de caminhar, saltar ou correr.

Sempre que estes tendões sofrem um esforço acima do normal, como em desportos de impacto, caminhadas muito longas ou corridas, é essencial dar um período de recuperação de modo a aliviar a carga sobre estes tecidos.

Quando essa recuperação não é adequada, pode haver lugar a uma sobrecarga, e dessa forma, à inflamação dos tendões.

Este é um problema que afeta o tendão na zona do tornozelo, sendo caracterizada pela sua inflamação e pelo surgimento de vários sintomas, nos quais se incluem dor e dificuldades motoras.

Cada tipo de tendinite é causado por situações específicas, que sobrecarregam esse tendão em particular.

No caso desta, a inflamação surge pelo desgaste progressivo dos tendões provocado pela prática constante de atividades físicas como saltar ou correr.

Saiba mais sobre as causas e os seus sintomas.

Causas

Tendo em conta que a causa principal para o desenvolvimento deste problema está relacionada com atividades físicas como o salto ou a corrida, este tipo de inflamação é mais comum em atletas.

Contudo, há ainda outras causas para o surgimento desta tendinite, como por exemplo, ter pé chato ou a utilização frequente de calçado inadequado.

Confira de seguida a lista das várias possíveis causas para o seu desenvolvimento:

– treino inadequado;

– aumento demasiado rápido da carga de treino;

– mudança de tipo de treino;

– calçado pouco apropriado;

– calcanhar mais voltado para o interior do pé.

Existem ainda outros fatores de risco que podem aumentar o risco de sofrer este problema ortopédico.

Assim, desequilíbrios musculares, alterações na musculatura ou imperfeições ortopédicas pré-existentes, como encurtamentos, pé cavo, pé plano, ou o pé chato (já anteriormente mencionado), podem desequilibrar a musculatura, aumentando dessa forma a pressão sobre o tendão.

Como resultado, um processo degenerativo pode ser gerado, levando à inflamação e ao enfraquecimento do tendão.

Sintomas

Tendinite No Tornozelo

Com a inflamação dos tendões do tornozelo, surgem também alguns sintomas desconfortáveis e até limitativos. Conheça os principais:

– dor no local;

– inchaço (edema);

– vermelhidão;

– ardor;

– formigamento;

– pontadas de dor;

– dificuldade em fazer movimentos com o pé.

Como diagnosticar

Caso o paciente sinta alguns dos sintomas em cima referidos, deve então consultar um médico ortopedista, que irá fazer o diagnóstico do problema.

Além a observação clínica dos sintomas mencionados pelo paciente, pode haver ainda lugar a alguns exames de diagnóstico.

Estes podem incluir o raio-x, ressonância magnética e ultrassonografia.

O raio-x irá oferecer uma imagem inicial sobre o local afetado, servindo ainda para verificar outros problemas como osteoartrite ou calcificação do tendão.

A ressonância magnética é mais utilizada em casos mais graves, de modo a verificar a extensão dos danos, geralmente em preparação para um procedimento cirúrgico.

Por fim, a ultrassonografia permite obter um exame dinâmico sobre os danos no tendão.

Tratamento

Tendinite No Tornozelo

Este tipo de tendinite tem cura. Contudo, para isso é essencial iniciar o tratamento logo que possível, no qual se irão combinar várias terapias, como repouso, crioterapia, toma de medicação e sessões de fisioterapia.

A linha de tratamento seguida é definida pelo médico ortopedista, de acordo com cada caso em particular. Assim, o tratamento consiste em:

repouso do tendão afetado, evitando qualquer movimento que sobrecarregue o tendão inflamado, que poderia levar ao seu agravamento;

crioterapia: aplicação de gelo duas a três vezes por dia, durante cerca de 15 a 20 minutos;

medicação: toma de medicamentos anti-inflamatórios, como por exemplo o Naproxeno ou o Ibuprofeno, para reduzir a inflamação e aliviar as dores;

fisioterapia: exercícios de alongamentos e fortalecimento dos músculos e tendões, de modo a reduzir a inflamação e a dor, e ainda, acelerar a recuperação dos tecidos afetados.

Em determinados casos, o tratamento conservador não é suficiente para levar à remissão dos sintomas.

Assim, se após várias semanas de tratamento, não houver nenhuma melhoria, o médico ortopedista pode recomendar a realização de um procedimento cirúrgico.

A cirurgia irá reparar os danos do tendão, e dessa forma, aliviar os sintomas e permitir a cura do problema.

O que Procura?

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *