Teste do Pezinho

Revisado por Equipe Editorial a 28 outubro 2018 - Publicado a 30 de julho de 2014

O teste do pezinho ou Teste de Guthrie é um teste diagnóstico para despiste de diversas doenças, e que é actualmente reconhecido como um teste fundamental para a detecção precoce de eventuais problemas de saúde diversos.

Teste do pezinho

Para além disso, é um teste de execução simples e com custos reduzidos, o que incentiva ainda mais a sua utilização.

A partir de há alguns anos a esta parte este teste passou a ser considerado como um teste obrigatório a efectuar a bebés recém-nascidos. Nomeadamente, é um teste realizado a partir do terceiro dia de vida de um bebé recém-nascido.

Sendo um exame obrigatório, este é executado logo no hospital onde o bebé nasce ou na maternidade. A sua execução é simples, bastando apenas a recolha de algumas gotas de sangue do calcanhar do pé do bebé, que depois são colocadas num papel de filtro específico.

Este papel é depois enviado para laboratórios que serão responsáveis por lhe efectuar análises, procurando efectuar um diagnóstico sobre a presença ou ausência de algumas doenças ou problemas de formação do bebé.

O papel enviado para laboratório é acompanhado com os dados do bebé, juntamente com os dados da mãe, nomeadamente a sua identificação e os seus contactos, para os quais deverão ser comunicados eventuais problemas e os resultados finais dos exames.

No caso de ser detectado algum tipo de problema, por uma questão de despiste e para evitar potenciais falhas, o teste deverá ser repetido para confirmar que o diagnóstico foi realizado de uma forma correcta.

Para além do contacto feito para mãe, no caso de serem encontrados problemas igualmente o local onde o exame foi inicialmente solicitado (hospital ou maternidade) será também contactado, para que depois possa haver um acompanhamento médico desde logo.

Quando fazer o teste do pezinho

O teste do pezinho, conforme já referido, deverá ser feito a partir do terceiro dia de vida do bebé. Normalmente, recomenda-se que seja feito entre o terceiro e o sexto dia de vida, embora se possa fazer durante todo o primeiro mês de vida do recém-nascido.

Para que serve o teste do pezinho

O teste do pezinho serve para despistar e diagnosticar de uma forma precoce alguns tipos de doenças com alguma gravidade que podem afectar o bebé.

Nomeadamente, este teste permite diagnosticar os problemas:

  • Fenilcetonúria, que é uma doença que está relacionada com o metabolismo do bebé;
  • Hipotireoidismo congénito, que é um problema em que a tiróide do bebé é incapaz de produzir a quantidade normal e necessária de hormonas;
  • Hemoglobinopatias, que são problemas que ocorrem ao nível do sangue. Nomeadamente, problemas como a anemia falciforme podem ser aqui detectados, esta que é uma doença hereditária e que provoca alterações ao nível das hemoglobinas do sangue.

Para além do teste do pezinho tradicional, existem ainda outras variantes deste teste que permitem detectar um leque de doenças ainda mais alargado.

Teste do Pezinho Básico

O teste do pezinho básico permite detectar os problemas já acima referidos.

No entanto, dependendo da organização onde são feitos os exames, poderão ainda ser detectados outros problemas.

Nomeadamente, problemas como a fibtrose cística, deficiência da biotinidase e hiperplasia adrenal congénica, netre outros problemas.

Teste do Pezinho Ampliado

Em algumas versões alargadas do teste do pezinho, poderá ainda fazer-se diagnóstico a outros tipos de doenças, nomeadamente rubéola congénita, por exemplo.

Em Portugal é frequente ainda a detecção de doenças hereditárias da beta oxidação mitocondrial dos ácidos gordos, acidúras orgânicas e aminoacidopatias.

Preços do Teste do Pezinho

Em Portugal, o teste do pezinho é suportado financeiramente pelo Estado. Nomeadamente, o Ministério da Saúde, através dos seu subsistema de Segurança Social, comparticipa os encargos do teste do pezinho.