Toquei num cromato

Toquei num cromato.

Pergunta: Até que ponto um produto químico, ou medicamento, aplicado numa zona da pele pode entrar no fluxo sanguíneo e ser posteriormente encontrado noutro órgão interno? A pergunta deve-se ao facto de, durante alguns dias, por motivos profissionais, ter tocado em cromatos e dicromatos – conhecidos produtos químicos cancerígenos.

Resposta: Os medicamentos aplicados na pele costumam, em percentagens variáveis, ser absorvidos. Este aspecto é mais relevante quando a utilização é continuada e/ou frequente. O mesmo se passa na exposição profissional a produtos químicos.

Os cromatos estão referidos na literatura como potenciais cancerígenos em exposições prolongadas ou acima dos valores de referência. Mais frequentemente causam uma dermatite («alergia» na pele) com sensibilização; ou seja, em exposições futuras a compostos semelhantes, a reacção é a mesma.

Se possível tente informar-se acerca dos níveis de exposição nos locais visitados. Contudo, uma exposição pontual, conforme apontado, não costuma acarretar quaisquer problemas.

O que Procura?

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *