Trás-os-Montes e Alto Douro

Trás-os-Montes com cheiros e sabores – Um passeio de carro que começa nas Pedras Salgadas e vai por aí fora até Chaves.

Dependendo do sítio onde venhas, pode ser que até atravesses o país inteiro para visitar esta região, mas olha que vale bem a pena. Como são muitos os quilómetros que vais ter de percorrer, descansa bem na tua pousada mais próxima. Agora como o tempo já aqueceu mais, aproveita a frescura da manhã para iniciar viagem. É que no Verão Trás-os-Montes é quente que se farta.

De Pedras Salgadas a Montalegre

No coração desta região, começas o percurso nas Pedras Salgadas. Estaciona e visita o velho Casino que já não anima as noites de jogo. O antigo hotel está também em ruínas mas deixa adivinhar a importância que teve no turismo desta terra. No Vidago, à volta do conhecido hotel, há parques com pinhais frondosos e aromas a ervas dos montes. Deixa-te descansar um pouco. Fecha os olhos e sente a pulsação desta Natureza. Depois já estás mais relaxado para te fazeres novamente à estrada.

De Vidago segue na direcção de Boticas. A estrada é tortuosa mas muito bonita. Nada que a velocidade correcta não ajude a amenizar. Passas pela Praia Fluvial do Vidago e para não fazer tudo de seguida também aí podes descansar. A paisagem é montanhosa. São estas as montanhas que te levam a Carvalhelhos. Aí as águas são puras e o ar é fresco.

Está na altura de ir então até Alturas do Barroso para daí chegar a Montalegre, que tem um castelo. Estás a assentar os motivos de visita? Se a fome entretanto apertar, visita o Café Terra Fria. Comida honesta e preços razoáveis para quem não costuma andar com a carteira recheada.

A Caminho de Chaves

Daqui é procurar Pitões da Júnias já no sentido do Parque da Peneda-Gerês para visitar o Mosteiro em ruínas e descer o ribeiro. Bonitas paragens, estas. Podes agora seguir em direcção de Vilar de Perdizes e daqui finalmente para Chaves. Nesta cidade passas por vias romanas e pontes com séculos e séculos de história. Se te interessas por história do período romano encontras nesta cidade um prato cheio.

Chegas ao Santuário de S. Caetano, passas no cruzamento de Sanjurge e de Agrela e eis que surge então a dita cidade. O Forte de São Francisco, mesmo no centro da cidade é agora hotel, o que significa que só às áreas comuns tens acesso.

E como sabemos que comer bem e pagar pouco toda a gente gosta procura pelo Restaurante O Aprígio, no Bairro de Santo Amaro. A cozinha é regional e nós adiantamos já a ementa. Chouriça de Trás-os-Montes ou alheira com grelos? Acompanha com grelos salteados se os houver. Que aqui tudo é caseiro, natural, barato e bom.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 4:12 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)