Tratamento caseiro para espinhas

Tratamento caseiro para espinhas: As espinhas, normalmente são causadas por excesso de oleosidade na pele, mas também devido a bactérias ou a uma predisposição genética. São borbulhas que aparecem na pele e podem acontecer ocasionalmente ou podem ocorrer de uma forma sistemática. A esta última chamamos de acne. A acne é um problema de saúde, que não sendo grave, é bastante aborrecido e inestético.

Existem várias formas para tratar as espinhas

As farmácias e os supermercados oferecem várias marcas, tanto para espinhas ocasionais como para a acne. E, no caso da mulher, a pílula tem um efeito fantástico no seu controlo, pois vai regular uma das causas principais da produção excessiva e descontrolada de gordura nas glândulas sebáceas: as hormonas. No entanto, há ainda outras formas mais naturais para tratar este problema.

Neste artigo vamos dar um exemplo de um tratamento caseiro para espinhas, totalmente natural e feito por si. Desta maneira, não estará a introduzir químicos desnecessários no seu organismo.

A receita que aqui vamos descrever baseia-se em três ingredientes principais: o mel, a argila e a alfazema. Estes têm a capacidade de limpar e hidratar a pele, mas sem a deixar oleosa. Além disso, têm ainda uma componente antibacteriana, que permite proteger a pele das invasões de bactérias pelas aberturas causadas pelas espinhas. Por fim, a alfazema tem ainda um efeito suavizador. Desta maneira, irá acalmar a natural inflamação posterior à espinha, deixando a pele mais saudável.

Máscara de mel virgem e alfazema

Ingredientes:
– 2 colheres de sopa de mel virgem;
– 1 colher de chá de argila cosmética;
– 2 gotas de óleo essencial de alfazema.

Modo de preparação:
1) Misture todos os ingredientes até obter uma massa uniforme e maleável;
2) De seguida, aplique sobre as espinhas e deixe atuar durante 15 minutos.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 5:22 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)