Tratamento Caseiro para o Leite Empedrado

O leite empedrado (endurecimento da mama), tecnicamente conhecido como ingurgitamento mamário, é um problema muito frequente no inicio do período da amamentação, e é caracterizado pela perda de fluidez no leite, podendo originar a sua acumulação dentro da mama da mãe, afetando assim a produção normal de leite. (1)

Ingurgitamento Mamário

Este problema poderá ter diversas causas, entre elas uma amamentação pouco frequente.

Para impedir o desenvolvimento de problemas mais sérios, é necessário adoptar medidas que previnam e combatam esta anomalia, de modo a permitir ao bebé um processo de amamentação perfeitamente normal.

Tratamento caseiro para o leite empedrado

Para aliviar este problema, poderá começar por aplicar algumas compressas frias sobre as mamas inchadas/endurecidas, de modo a originar a diminuição da produção de leite.

Durante os intervalos da aplicação das compressas, deverá fazer massagens suaves e circulares.

Em casos mais graves, aconselha-se que coloque uma fralda com gelo sobre as mamas, durante um período de tempo não superior a 15 minutos.

Deverá, também, utilizar bombas para a extração do leite em excesso.

Em alternativa, não haverá problema em utilizar as próprias mãos, sendo que o importante é que consiga eficazmente proceder à extracção de leite em excesso.

Após completar todos estes procedimentos, deverá começar a amamentar o mais regularmente possível, pois só assim conseguirá fazer com que o problema de leite empedrado desapareça completamente.

Evite ficar demasiado tempo sem amamentar, pois isso poderá contribuir para o regresso do ingurgitamento.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 4:50 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)