Tratamento para tendão de Aquiles - Fotos Antes e Depois
Fotos Antes e Depois

Tratamento para tendão de Aquiles

O tendão de Aquiles é uma estrutura fibrosa que liga os músculos da perna (mais especificamente os da panturrilha) à parte de trás do pé, inserindo-se no calcanhar.

Este é o tendão mais resistente do corpo humano, trabalhando em conjunto com as panturrilhas para permitir a propulsão do corpo para cima e para a frente.

Bursite posterior do tendão de Aquiles

Apesar da sua resistência, o tendão de Aquiles pode romper-se, causando dores e dificuldades motoras. Neste artigo poderá saber mais sobre a rutura do tendão de Aquiles, as suas causas e sintomas, e ainda, em que consiste o seu tratamento. Confira.

Rutura do tendão de Aquiles

O tendão de Aquiles pode romper-se numa situação de trauma direto, como por exemplo na sequência de uma acidente, ou ainda, como consequência de um esforço excessivo durante a prática desportiva ou de uma tendinite do tendão de Aquiles mal curada.

Como tal, este problema pode afetar qualquer pessoa, sendo no entanto mais frequente em atletas de alta competição. O esforço em excesso a que os atletas estão sujeitos pode levar ao rompimento desta estrutura, sendo este o grupo de maior risco de desenvolvimento deste problema de saúde.

Causas mais comuns

Apesar do esforço excessivo durante a prática de atividade física ser a causa principal, há vários fatores que aumentam as possibilidades de ocorrência de uma rutura de tendão de Aquiles. Estes incluem:

  • a utilização de calçado inadequado para a prática desportiva;
  • o encurtamento muscular das pantorrilhas, que reduz a capacidade do movimento do pé, aumentando a sua pronação;
  • pronação excessiva do pé, aumentando o esforço sobre o tendão de Aquiles;
  • mudança súbita dos hábitos de treino, iniciando a prática de exercícios que causam muito esforço do tendão, como saltos repetitivos ou sprints explosivos.

Sintomas de rutura do tendão de Aquiles

Quando ocorre, os sintomas da rutura de tendão de Aquiles são facilmente percetíveis e sentidos. Assim, os sintomas incluem:

  • agravamento da dor durante o exercício, melhorando com o repouso (especialmente em exercícios de subida de rampas inclinadas, escadas, ou de aumento de velocidade durante um treino de corrida);
  • crepitação do tendão quando move o pé;
  • dores na zona do tornozelo e na parte de trás da perna (na pantorrilha);
  • dores no calcanhar;
  • frouxidão do tendão durante a sua palpação;
  • grandes dificuldades para conseguir andar;
  • músculos da pantorrilha com uma aparência diferente do habitual;
  • sensação de rigidez após repousar ou logo de manhã, nos primeiros passos depois de sair da cama;
  • zona do tendão de Aquiles avermelhada.

Diagnóstico

Caso sinta estes sintomas, a primeira coisa que deve fazer é consultar um médico. Este irá observar e avaliar a região afetada, e depois, caso as suspeitas se mantenham, pedir uma tomografia computorizada. Este exame dará a certeza absoluta do diagnóstico, para então se definir e se dar início ao tratamento mais adequado.

Tratamento para tendão de Aquiles

A rutura do tendão de Aquiles pode ser total ou parcial. Caso a rutura seja parcial, o tratamento consiste apenas na realização de fisioterapia, que irá ajudar a tornar o processo de cura e regeneração do tendão mais rápido. A fisioterapia é essencial para um processo de cura correto. Nos casos de rompimento parcial do tendão, há alguns cuidados a ter que irão ajudar o processo de recuperação. Estes cuidados incluem:

  • a aplicação de gelo na fase inicial;
  • elevação do calcanhar, para reduzir a tensão sobre o tendão;
  • alteração das rotinas ou intensidade dos treinos;
  • evitar atividades muito agressivas para o tendão de Aquiles;
  • repousar;
  • alongar;
  • fazer exercícios de aquecimento, antes do treino, e de arrefecimento, após o treino, adequados para a sua atividade física;
  • alterar frequentemente de calçado.

Questione o seu fisioterapeuta sobre estes cuidados, para que possa ser corretamente aconselhado sobre o que deve fazer para melhorar o seu estado de saúde.

Caso se dê uma rutura de tendão de Aquiles total, então a fisioterapia não é suficiente, sendo necessário antes realizar uma cirurgia. Esta tem como função reparar o tecido danificado. Passados alguns dias após o procedimento cirúrgico, dá-se então início ao tratamento fisioterápico. Este é essencial para que a recuperação seja total, e assim, se evitem recaídas ou processos mal curados.

Fisioterapia para tendão de Aquiles

A fisioterapia para situações de rutura de tendão de Aquiles consiste, numa fase inicial, na redução do processo inflamatório do tendão. Depois de reduzido, inicia-se uma fase de fortalecimento muscular. Assim, o tratamento fisioterápico para tendão de Aquiles recorre a recursos como a crioterapia, laser, ultrassom, entre outros, para a diminuição da inflamação, exercícios de estimulação do fluxo sanguíneo local, e ainda, exercícios de fortalecimento muscular da perna. Pode ainda ser utilizado a propriceção, para melhoria do equilíbrio postural.

O tratamento fisioterápico para tendão de Aquiles deve ser preferencialmente realizado todos os dias, intercalado com sessões de fisioterapia na piscina, a denominada de hidroterapia. É importante levar o tratamento até ao fim, apenas terminando quando receber alta do fisioterapeuta, de modo a garantir a recuperação total do seu tendão de Aquiles, e assim, prevenir novas lesões no mesmo local.

Caso não faça o tratamento até ao fim, mesmo que se sinta bem, as probabilidades de ocorrência de uma nova rutura no mesmo tendão são grandes.

Atualizado em 15 Janeiro 2018

One Comment

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *


  1. Estou com ruptura parcial do tendão de aquiles e não foi necessário cirurgia, mas ainda fico. mando e sinto fraqueza em chutar uma bola e atrás da perna a um.espaço vazio entre o calcanhar e panturrilha. Minha duvida se posso fazer musculação para fortalecer a panturrilha e tendão é aconselhável fazer musculação? Ou outro tratamento ou corrida?

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *



Seguir fotosantesedepois.com

Siga-nos na rede social Facebook e receba dicas sobre os temas de saúde mais atuais.

Facebook Fotos Antes e Depois
Receber Dicas de Saúde?

Se está interessado/a em receber no seu Email, dicas de saúde, remédios caseiros..., subscreva a nossa newsletter.

Contacte-nos

© 2018 Fotos Antes e Depois | Politica de Privacidade

Isensão de Responsabilidade: A nossa plataforma foi criada com o objetivo de facilitar o acesso a informação de valor "Ciência com Saúde", baseada em estudos científicos. Tudo o que publicamos tem uma base científica. No entanto, nenhuma das publicações têm o objetivo de servir como diagnóstico, sendo sempre indicada consulta médica. O mesmo se refere a tratamentos, clínicas, suplementos e medicamentos indicados. A indicação, dosagem, e forma de uso é apenas ilustrativa, não estando indicada a automedicação ou suplementação sem antes haver indicação médica profissional. O mesmo se refere aos preços dos produtos por vezes indicados. Esses valores são baseados no ano de 2018 e servem apenas como informação auxiliar, não estando a nossa plataforma de nenhuma forma a ligada a essas empresas.