Tratamentos Caseiros para HPV na Boca

Quando o vírus do papiloma humano infecta a boca, incluindo as amígdalas, deve ser tratado imediatamente. Quando não tratado, o HPV na boca pode levar ao desenvolvimento de câncer oral e no pescoço.

Alguns dos remédios naturais para o HPV oral incluem ervas, vitamina C, vitamina D e peróxido de hidrogênio.

9 Tratamentos Caseiros Para HPV Na Boca

Vitamina C

A vitamina C dá suporte ao sistema imunológico e ajuda o organismo a combater vírus e a recuperar dele. Nestes casos, o ascorbato de sódio é a melhor forma de vitamina C a tomar, uma vez que é mais barato e livre de produtos químicos. As doses a tomar variam em cada indivíduo, e perceberá que o seu corpo atingiu a tolerância quando começa a ter fezes soltas.

Nesse ponto, reduza um pouco a dose.

A maioria dos adultos tolera cerca de 1.000 mg de vitamina C várias vezes ao dia. Algumas pessoas, quando estão doentes, podem tolerar até 20 a 40 gramas de vitamina C por dia!

Vitamina D

A vitamina D também oferece um bom suporta ao sistema imunológico, ajudando a combater eficazmente os vírus.

Se não recebe muito sol (especialmente no inverno), pode ser boa ideia a ingestão de um suplemento de vitamina D. Não exagere na dosagem. O consumo excessivo de vitamina D pode causar toxicidade.

Conheça os Alimentos mais ricos em Vitamina D

Plantas e Ervas Antivirais para combater o HPV na Boca

Qualquer uma das plantas e ervas descritas podem ser tomadas em forma de cápsula, tintura ou chá.

  • Echinacea
  • Pau D’Arco
  • Açafrão-da-terra (cúrcuma)
  • Pimenta-caiena
  • Sabugueiro
  • calêndula
  • Alho
  • Raiz do astrágalo
  • Garra de gato
  • Gengibre
  • Raiz de alcaçuz
  • Folha de oliveira
  • Óleo de orégano e orégano

O Hidraste ou raiz-amarela (Hydrastis canadensis) é outra opção pois é um ótimo antimicrobiano que atua como um antibiótico natural eficaz e impulsionador do sistema imunológico.

Também pode usar algumas ervas como enxaguante bucal ou para realizar gargarejos.

Colutório / elixir  Oral

Misture:

  • 1 colher de sopa de pimenta caiena em pó
  • 1 colher de sopa de pó de raiz de cúrcuma
  • 1 colher de sopa de cravo-da-índia em pó
  • 1 colher de sopa de pó de casca de Olmo-vermelho (Ulmus rubra)

Coloque a mistura num recipiente. Use 1/4 colher de chá da mistura a uma onça de água (cerca de 30ml). Realize o gargarejo duas vezes por dia. Será picante no início devido à presença da pimenta caiena. Não engula a mistura depois de bochechar.

Receita de enxaguante bucal suave para HPV

Misture:

  • um conta-gotas cheio de tintura de echinacea
  • um conta-gotas cheio de tintura de raiz de astrágalo
  • uma onça de água (cerca de 30ml)

Bocheche bem durante 30 segundos, duas vezes por dia. Não engula a mistura depois de bochechar.

Peróxido de hidrogênio

Uma garrafa de peróxido de hidrogênio (água oxigenada) a 3% de farmácia é um ótimo anti-vírus.

Para combater o HPV na boca, coloque 1 colher de sopa de peróxido de hidrogênio a 3% e 1 colher de sopa de água num copo e. Em seguida, use a mistura para gargarejar e bochachar. Realize o método duas vezes ao dia durante 30 segundos.

Este é um excelente hábito oral para continuar, mesmo depois de curar o HPV.

Óleo de côco

Bochecho Bucal Com óleo De Coco

O óleo de coco extra virgem tem propriedades antivirais incríveis. Pode ser tomado internamente para combater o vírus, ou usado para extração de óleo. O método “puxando óleo” realizado com o óleo de coco é especialmente reconfortante em pessoas com feridas ativas na boca.

Para “puxar o óleo”, coloque 2 colheres de chá de óleo de coco na boca (se estiver sólido, ele derreterá rapidamente na boca) e agite o óleo de coco na boca durante 15 minutos. Trata-se basicamente de um bochecho em que o indivíduo vais chupando e puxando o óleo através dos dentes, mantendo sempre o óleo em movimento.

No final não engula o óleo de coco. Coloque-o num guardanapo e no lixo. Não o coloque no ralo, uma vez que ficará sólido nos tubos de drenagem e poderá causar entupimentos no futuro.

Considerações dietéticas

Seja o HPV ou qualquer outro vírus, uma boa dieta oferece ao corpo a alimentação necessária para apoiar os processos naturais do organismo, incluindo a luta contra infecções.

A abundância de frutas, legumes e outros alimentos integrais apoiam a nossa saúde.

Alimentos probióticos como os vegetais fermentados, como o kimchi, o chucrute, e o iogurte cultivado ao vivo e o iogurte grego.

Kombucha, um chá fermentado rico em probióticos e vitaminas B.

Kefir de leite de cabra ou kefir de coco – contêm muitos probióticos; a versão de leite de cabra tem mais do que a versão de coco, que é livre de produtos lácteos.

Alimentos com alto teor de selênio, como a castanha do Pará e os cogumelos.

Já os alimentos processados e os açúcar, são apenas calorias vazias, que não suportam a saúde e podem até mesmo deprimir o sistema imunológico.

Se nunca consumiu alho cru, este será um bom momento para adotar o hábito. O alho é um poderoso antiviral, extremamente fácil de adicionar a sopas, saladas e até sanduíches.

Conheça os benefícios do Alho Negro

Você conhece alguns suplemento ou remédio natural para o HPV oral?

Referências

https://www.cdc.gov/

O que Procura?

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *