Tratamentos para rugas na testa

É em zonas da testa como as pálpebra e a região em torno dos olhos que as rugas se costumam apresentar mais acentuadas, contribuindo assim para dar um ar mais velho e cansado à pessoa.

Representando a região que maior influência poderá exercer na percepção da idade, é importante que, para que possa recuperar eficazmente o aspecto jovem da pele da cara, essas imperfeições sejam correctamente corrigidas através da utilização de técnicas avançadas que possibilitem a eliminação das rugas mais profundas, sem para isso conferir um aspecto demasiado artificial à sua pele.

Assim que começam a apresentar os primeiros sinais de rugas e flacidez, essas áreas interferem logo de imediato com a beleza do rosto, podendo até, muitas vezes, contribuir para que a pessoa comece a aparentar uma idade bem mais avançada do que a sua. As rugas não produzem apenas um aspecto envelhecido, mas também um ar extremamente cansado que poderá afectar de forma negativa as suas interacções interpessoais. Recorrer a tratamentos para as rugas na testa é, por isso, uma medida que, quando correctamente adoptada, em muito poderá contribuir para uma melhoria significativa do estilo de vida.

Tóxina Botulínica (Botox) e Ácido Hialurónico

No tratamento destas áreas tão expostas e delicadas são utilizadas técnicas específicas, que geralmente não são aplicadas noutras regiões do corpo. Nestes casos a utilização da toxina botulínica (botox) costuma representar a primeira opção, na medida em que é aquela que, ao longo dos anos, se tem vindo a revelar como a mais eficaz. As taxas de sucesso são extremamente elevadas, ultrapassando largamente os 90%. A qualidade dos resultados é evidenciada através da recuperação da flexibilidade, suavidade e bom aspecto geral da pele.

Para aquelas pessoas que apresentam uma acumulação excessiva de pele nas pálpebras, os resultados obtidos através da utilização da toxina botulínica poderão não ser tão satisfatórios, na medida em que existe o risco de provocarem uma inibição muscular, fazendo assim com que o excesso cutâneo se torne muito mais evidente, o que originará uma desagradável sensação de peso nas pálpebras superiores. Assim sendo, só depois do estado da pele ser muito bem avaliado por um especialista se poderá determinar se é ou não aconselhável que o paciente se submeta a um tratamento feito à base desta toxina.

No caso das rugas periorbitárias, é possível suavizá-las através da utilização de toxina botulínica tipo A, ou até mesmo através de um preenchimento com ácido hialurónico. Para além de muito eficaz no tratamento deste problema, a toxina botulínica também pode ajudar a efectuar uma elevação ligeira das sobrancelhas. No entanto, é importante que estes procedimentos sejam levados a cabo com muita precaução e bom senso, na medida em que, uma elevação um pouco mais exagerada das sobrancelhas pode dar origem a um efeito extremamente inestético.

Através destas técnicas é possível alcançar resultados verdadeiramente satisfatórios. No entanto, para que tal aconteça, é extremamente importante que procure a ajuda de profissionais verdadeiramente competentes. Para tal, aconselha-se que nunca se comprometa com nenhuma clínica sem antes encontrar um bom número de feedbacks positivos relativamente à mesma. Tendo em conta o enorme potencial lucrativo que caracteriza esta área, há cada vez oportunistas a tentarem aproveitar-se, daí valer sempre a pena manter-se muito bem atento.

Tratamentos de rugas na testa com botox antes e depois

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Esta matéria tem 1 Comentário
  1. Maria Aparecida dos santos Reply

    gostaria de saber, se o botox em creme
    pode dar, uma melhorada , nas linhas, de espressão, da testa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 5:26 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)