Trazodona

O sistema serotoninérgico é reconhecido com tendo um importante papel na resposta sexual de homens e animais. A trazodona age por este mecanismo, sendo que várias publicações recentes confirmam a ação desta droga no tratamento da impotência (disfunção eréril). Sua atividade foi encontrada incidentalmente, através de relatos de aumento da libido e do desenvolvimento de priapismo em homens que tomavam trazodona como um anti-depressivo.

Trazodona

Mecanismo de ação da trazodona

O seu mecanismo de ação não está completamente elucidado, mas o mais provável é que aja centralmente, aumento os níveis de serotonina em núcleos cerebrais. Além disso, teria também um efeito de bloqueio alfa-adrenégico, interferindo com o controle simpático da detumescência peniana.

Relatos de diferentes instituições do mundo afirmam que a trazodona é efetiva em cerca de 60% dos paciente, em doses diárias de 100 a 200mg. Lance et al, em estudo não-randomizado, encontrou melhora na função erétil em 78% dos pacientes com menos de 60 anos e sem fatores de risco para a disfunção erétil. Outro estudo não mostra qualquer efeito da trazodona 150 mg se compara com placebo.

Alguns autores acham que a ioimbina teria um efeito sinérgico com a trazodona, recomendando seu uso em combinação. Em um destes estudos, em pacientes psicogênicos, foi administrada trazodona 50 mg, associada com ioimbina 15mg, tendo sido obtidas respostas positivas em 71% dos pacientes, comparado a 22% de efeito do placebo.

O paciente que poderia beneficiar-se mais com esta droga seria o portador de disfunção erétil de origem psicogênica, decorrente de ansiedade e depressão, com baixa de libido e sem doença orgânica. São usadas dosagens de 50 a 150 mg por dia.

Efeitos secundários da trazodona

Os principais efeitos colaterais da trazodona são hiperexcitação neurológica, perda de reflexos, falta de concentração, insônia e naúseas.

O que Procura?

Esta matéria tem 1 Comentário
  1. marcos antonio Reply

    tomo donaren e tenho erecao noturna porque e acordo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *