Triphala: A Mistura de 3 Frutas que Luta Contra o Câncer e Prisão de Ventre

Usada há mais de 2.000 anos, a triphala é um tesouro da medicina ayurvédica. Na Índia, é considerada a melhor e mais versátil de todas as formulações à base de plantas.

Os 5 Benefícios Da Triphala Para A Saúde

O que é a triphala ou triphala churna? É uma formulação à base de plantas tradicionais feita a partir do pó seco de três frutas diferentes. O nome vem da combinação da palavra em sânscrito “tri”, que significa três, “phala” que significa frutas e “Churcha”, que significa pó.

A Triphala contém ácido gálico, ácido elágico e ácido chebulinico, todos eles antioxidantes maravilhosos. Também tem flavonóides e polifenóis, e capacidades anti-bacterianas, anti-inflamatórias e anti-diarreicas.

Os supostos usos da Triphala incluem o tratamento natural do câncer, infecções, problemas gastrointestinais, inflamações, redução dos níveis elevados de colesterol, e mau funcionamento do sistema imunológico. (1)

Quando olhamos para as três frutas individualmente presentes na Triphala, os benefícios parecem realmente ser infinitos. Conheça de seguida alguns dos benefícios em adicionar este antigo remédio ao seu arsenal de suplementos.

Componentes das Plantas presentes na Triphala 

Tal como já referido, a Triphala é derivada de 3 frutos, que são: Amla, haritaki e bibhitaki. Na formulação é adicionado e misturado o pó seco de cada uma destas três plantas medicinais, em partes iguais.

Cada um destes frutos tem um valor medicinal enorme. Mas quando combinados os três, os benefícios são realmente únicos!

Amla (Emblica officinalis)

Phyllanthus Emblica, O Amalaki, Groselha Indiana Ou Amla

Também conhecida como groselha indiana, é um dos rejuvenescedores naturais mais valiosos e antigos da Ayurveda.

O fruto é rico em vitamina C e é utilizado quer sozinho ou em combinação com outras plantas para tratar o resfriado comum e a febre, para além de ser um excelente diurético, digestivo, laxante, tónico para o fígado, agente restaurador e anti-inflamatório. (2) Embora útil para todos os doshas, diz-se ser particularmente eficaz para equilibrar o Pitta dosha.

Haritaki ou Harada (Terminalia chebula)

Haritaki Or Harada (Terminalia Chebula)

Também chamado de “rei da medicina” esta planta Tibetana de nome Haritaki é amplamente utilizada na medicina tradicional da Índia e do Irão para tratar uma variedade de problemas de saúde, incluindo prisão de ventre, demência e a diabetes. (3) É também um anti-inflamatório e calmante para o dosha Vata.

Bibhitaki (Terminalia bellirica)

Bibhitaki (Terminalia Bellirica)

O Bibhitaki é outro rejuvenescedor antigo e bastante poderoso com algumas qualidades desintoxicantes. É amplamente utilizado na medicina ayurvédica indiana tradicional para o tratamento da diabetes, hipertensão e reumatismo.

Alguns estudos realizados demonstram que o extrato deste fruto pode ser capaz de inibir a progressão da placa de aterosclerose. (4) O Bibhitaki é também conhecido pelos benefícios no dosha Kapha.

Para resultados terapêuticos adicionais, algumas preparações incluem guggulu (Commiphora mukul) na sua preparação, onde é usada a resina de goma da sua árvore.

5 Benefícios da Mistura Triphala para a Saúde

Triphala, Amla, Haritaki E Bibhitaki

Câncer

Um estudo realizado em 2015 analisou as alterações antiproliferativas (para o crescimento de células cancerosas) e proapoptóticas (incentivando a morte celular celular de células cancerosas) da triphala em células de câncer de cólon e células-tronco de câncer de cólon humano.

O que Procura?
Ugli: Os 10 Benefícios para a Saúde, + Nutrientes

Verificaram que o extrato de metanol presente na triphala contém uma variedade de compostos fenólicos, incluindo a naringina, quercetina, homoorientin, e isorhamnetina, o que de fato é capaz de suprimir a propagação e induzir a morte celular das células-tronco do câncer de cólon humano, tornando-se desta forma uma fórmula digna de mais pesquisas direcionadas para o tratamento anticancerígeno natural. (5)

O ácido gálico presente no suplemento, mostrou em pesquisas científicas, ter uma atividade anticancro promissora, especialmente quando se trata de células de câncer de próstata. (6)

De acordo com um estudo publicado em 2014, a lavagem bucal com Triphala pode ajudar a reverter as lesões pré-cancerosas orais induzidas pelo tabaco. (7)

Outros estudos mostraram também que ele tem a capacidade de matar células tumorais, mas poupar as células normais, tornando-se muito promissor como um potencial medicamento anticancerígeno. (8)

Laxante natural, limpador de cólon e possível ajudante da colite

Os Laxantes naturais como a triphala tendem a ser mais leves do que os laxantes de farmácia. Nutrem o trato digestivo e ajudam a produzir movimentos intestinais regulares.

A Triphala pode também ajudar a limpar naturalmente o cólon.

Ter movimentos intestinais regulares é também importante para eliminar bactérias, desintoxicar de metais pesados e eliminar o excesso de ácidos gordos do corpo.

A limpeza do cólon pode também afetar o sistema nervoso de forma positiva, razão pela qual ele pode ajudar a reduzir sintomas como fadiga e ansiedade.

Quando se trata de processos de eliminação, a amla ajuda na reparação intestinal, o haritaki fortalece os músculos intestinais para se contraem de forma mais eficiente quando os intestinos precisam se mover, e o bibhitaki puxa o muco antigo das paredes.

Um estudo publicado em 2011 mostrou que a formulação fitoterápica em forma de pó contendo casca da sementes do Psílio (isabgol), extrato de sena e extrato triphala, é um laxante eficaz e seguro para a gestão da prisão de ventre. (9)

Os resultados de outro estudo realizado mostraram também que a triphala (300 mg kg) tem um efeito considerável e fiável na redução da colite (estudo realizado em ratos). Este efeito positivo sobre a colite foi atribuído à sua abundante presença de flavonoides e alta atividade antioxidante. (10)

Perda de peso

O que não faltam por ai são matérias publicadas com o titulo “a triphala emagrece”. Mas, será esta formulação realmente capaz de ajudar na perda de peso ou é apenas publicidade enganosa?

Sabemos que a triphala pode incentivar o organismo a movimentos intestinais regulares, portanto faz sentido que ela possa realmente ajudar a controlar o peso. Existem mesmo alguns estudos que comprovam a capacidade da triphala em combater a obesidade.

Em 2012 um estudo investigou os efeitos da triphala e seus frutos constituintes, sobre a obesidade induzida pela dieta e outros sintomas da síndrome da obesidade visceral, em ratos.

Os ratinhos foram alimentados com uma dieta rica em gorduras durante 10 semanas. Alguns desses ratos tiveram as suas dietas suplementadas com preparações à base de plantas de triphala ou seus constituintes.

O que Procura?
Inalação de Vapor com Óleo Essencial de Eucalipto: Efeitos Colaterais e Contra Indicações

Os ratinhos que receberam a triphala ou os seus extratos de frutas, tiveram reduções significativas no peso corporal e porcentagem de gordura corporal.

O tratamento com a triphala também reverteu algumas alterações patológicas nos tecidos do fígado. (11)

Estudos realizados em indivíduos obesos tiveram resultados semelhantes. Um estudo recente analisou homens e mulheres obesos entre os 16 e os 60 anos de idade.

Durante 12 semanas, os indivíduos foram aleatoriamente designados a tomar cinco gramas de triphala ou um placebo duas vezes ao dia.

O grupo de tomou a formulação de triphala experimentou uma diminuição significativamente maior do peso, bem como a circunferência da cintura e do quadril, em comparação com o grupo que tomou placebo.

A Triphala tem habilidades antioxidantes, de eliminação de radicais livres e anti-hiperlipidemia, que têm um efeito positivo na saúde metabólica e desencorajam a obesidade. (12)

 

Baixa os níveis de colesterol

O colesterol é uma substância natural produzida pelo fígado e requerida pelo organismo para o bom funcionamento das células, nervos e hormônios. Como resultado, o colesterol é realmente crucial quando em quantidades saudáveis. No entanto, quando os níveis são muito altos, pode ser um problema.

O colesterol pode combinar com a gordura, cálcio e outras substâncias no sangue para formar a placa. A placa, em seguida, acumula-se lentamente e endurece nas artérias, fazendo com que estas se estreitem.

Este acúmulo de placa, uma condição chamada aterosclerose, pode levar a doença cardíaca, ataque cardíaco e acidente vascular cerebral.

A Triphala pode ajudar a reduzir os níveis de colesterol e placa arterial. Um estudo publicado no Journal of the Pharmaceutical Society of Japan mostrou que o colesterol total, bem como o LDL (“colesterol ruim“) foram significativamente reduzidos em indivíduos com o colesterol alto, quando tratados com o suplemento. (13)

Um dos seus três frutos, o bibhitaki, também foi demonstrado por pesquisadores que inibe a progressão da placa de aterosclerose. (14)

Anti-inflamatório e anti-artrite

O alto teor de antioxidantes e polifenóis presentes na Triphala tornam-na um excelente anti-inflamatório. Quase todas as doenças envolvem algum grau de inflamação. A artrite é definitivamente uma doença inflamatória. É uma inflamação de uma ou mais articulações, que causa dor e rigidez nas articulações e pode piorar com a idade.

A fim de combater a artrite, uma abordagem natural inteligente deve envolver o consumo de alimentos e suplementos anti-inflamatórios.

A maioria dos estudos têm sido realizados em animais, mas os resultados mostram que esta mistura de plantas pode ser um remédio natural extremamente útil para pacientes com artrite. (15)

Um estudo mostrou ainda que esta ajuda a reduzir a quebra de ossos e a degradação da cartilagem durante a artrite reumatóide. (16)

História e Fatos interessantes sobre a fórmula

As referências ao uso da triphala podem ser encontradas no Sushrut Samhita, datado de 1500 aC. Como tal, a triphala é um dos remédios à base de plantas mais antigo e utilizado no mundo.

Na Índia, diz-se: “Não tem mãe? Não se preocupe, desde que você tenha triphala. “As pessoas indianas acreditam que esta pode cuidar dos órgãos internos como a qualquer mãe cuida dos seus filhos.

O que Procura?
10 Ervas, Especiarias, Plantas e Raízes com Propriedades Anti-Inflamatórias Únicas e Surpreendentes

A Triphala contém cinco dos seis sabores reconhecidos na Ayurveda (doce, azedo, amargo, picante e adstringente). Só falta o sabor salgado.

Os três frutos constituintes na triphala correspondem a um dos três doshas da Medicina Ayurvedica Indiana.

A Amla, diz-se ter 20 vezes mais conteúdo de vitamina C que uma laranja.

Também pode ser aplicada topicamente na pele para acelerar a cicatrização feridas, hematomas e queimaduras solares.

A mistura é tradicionalmente usada como um tônico em lavagens de cabelo e olhos.

Como usar

A Triphala deve estar disponível em sua loja de saúde local ou então pode ser facilmente comprada on-line. Pode ser encontrada na forma de suplemento, em pó, cápsulas, comprimidos ou extrato líquido.

A formulação é geralmente tomada com o estômago vazio e pode ser tomada de várias formas.

O pó pode ser usado para fazer chá, adicionando meia colher de sopa de pó a uma xícara com água quente. Mexa bem e espere que esfrie.

Também é possível combinar o pó com mel ou manteiga clarificada (ghee) antes da refeição.

Os Comprimidos e as cápsulas normalmente são tomadas uma ou duas vezes por dia, antes das refeições.

O extrato líquido normalmente é tomado juntando 30 gotas em água ou suco, 1 a 3 vezes ao dia.

Como tônico digestivo e laxante, a triphala é melhor quando tomada à noite, cerca de duas horas depois de comer, e pelo menos 30 minutos antes da hora de dormir.

Seja em forma de pó, extrato, cápsulas ou comprimidos, as instruções de dosagem devem estar fornecidas na embalagem, e devem ser seguidas.

Normalmente, dosagens maiores tem mais efeitos laxantes, enquanto doses menores tendem a ser mais purificadora de sangue.

Como sempre, pergunte ao seu médico a dosagem recomendada para o seu caso. O suplemento não é viciante e pode ser tomado durante longos períodos de tempo. No entanto, recomenda-se que a cada 10 semanas, pare de tomá-lo por duas a três semanas, a fim de dar descanso ao corpo e manter a eficácia do remédio.

Efeitos colaterais e Cuidados a ter

A mistura de plantas pode causar efeitos colaterais gastrointestinais. Durante a toma, os efeitos colaterais podem incluir o aumento do gases intestinais devido a possíveis efeitos de limpeza e desintoxicação do trato digestivo.

Quando existe a presença de fezes soltas ou diarreia após o uso, normalmente é indicativo de que está tomando uma dose muito elevada e deve reduzir a dosagem.

Se estiver a usar a triphala para fins laxativos, deve certificar-se que não apresenta sinais de desidratação, incluindo fraqueza muscular, tonturas ou sede excessiva. Interrompa o uso imediatamente se tiver sintomas de desidratação.

O suplemento deve ser usado com cuidado, por pessoas que tomam medicamentos para diluir o sangue (anticoagulantes).

Não é recomendável para mulheres grávidas, lactantes ou crianças.

Também não deve ser usado em casos de diarreia ou disenteria.

Para quem tem alguma preocupação de saúde em curso ou está tomando outros medicamentos ou suplementos, é importante falar com o seu médico para se certificar de que a triphala é um remédio herbal benéfico para o seu caso.



05. agosto 2017 by admin

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *