Vitaminas: Como armazenar, conservar e quanto tempo permanecem no organismo - Fotos Antes e Depois
Fotos Antes e Depois

Vitaminas: Como armazenar, conservar e quanto tempo permanecem no organismo

As vitaminas e os suplementos minerais devem ser armazenados em lugares frescos e escuros, longe da acção directa da luz solar, em recipiente fechado, de preferência opaco.

Não necessitam de ser guardados no frigorífico, a menos que viva num clima desértico.

Vitaminas, Como Armazenar, Conservar E Quanto Tempo Permanecem No Organismo

Para os proteger o suplemento da humidade podem colocar-se alguns grãos de arroz no fundo do frasco das vitaminas.

O arroz atua como um absorvente natural da humidade.

Se as vitaminas se mantiverem num lugar fresco, longe da luz e permanecerem bem fechadas, podem durar dois a três anos.

Para se assegurar de que estão em bom estado de conservação, é aconselhavel comprar marcas que assinalem uma data de validade.

Uma vez abertos os frascos, as vitaminas têm em média doze meses de duração.

Quanto tempo as vitaminas permanecem no organismo?

O nosso organismo tende a eliminar pela urina estas substâncias num período de quatro horas e isto é particularmente válido para as vitaminas hidrossolúveis (solúveis em água) como as do complexo B e do complexo C.

Com o estômago vazio, as vitaminas B e C ingeridas são eliminadas do organismo no curto intervalo de duas horas após a sua ingestão.

As vitaminas lipossolúveis A, D, E e K permanecem no corpo durante um período aproximado de 24 horas, embora quantidades excedentes possam ser armazenadas no fígado por períodos mais prolongados.

As vitaminas A e E na forma seca não permanecem tanto tempo no organismo.

Como preservar as vitaminas dos alimentos

Coma alimentos frescos

Os nutrientes são mais abundantes em frutas e legumes que acabaram de ser colhidos. Quanto mais você esperar para ingerir o alimento, maior será a perda de nutrientes.

Compre poucas quantidades. É melhor fazer compras com mais frequência e ter opções de alimentos mais frescos.

Compre em mercados que oferecem os alimentos mais frescos. Na época deles, pode comprar diretamente dos agricultores ou dos mercados de agricultores.

Inclua alimentos crus na sua dieta

Cozinhar legumes pode reduzir a quantidade de vitamina C que contêm, mas também pode aumentar outros nutrientes valiosos, como o licopeno.

Brócolis, agrião e alho geralmente são melhores crus do que cozidos.

Moderação e equilíbrio são as chaves.

O Brócolis cru contém sulforafano, um composto potencialmente protetor, e as cenouras cruas contêm polifenóis, outro grupo protetor de produtos químicos.

Cozinhar estes vegetais destrói estes compostos, mas substitui-los com outras substâncias benéficas, incluindo indole e carotenóides.

Reduza a exposição

O Ar, a água e o calor atacam todas as vitaminas, começando pela superfície do produto.

Legumes cortados em pedaços grandes reterão mais nutrientes na culinária do que pequenos pedaços.

Se precisar de pedaços menores, pode sempre cortá-las antes de servir.

Escolha frutas amadurecidas ao sol

Evite frutas que foram colhidas em verde.

Os tomates amadurecidos ao ar livre podem ter duas vezes mais vitamina C do que os tomates com efeito de estufa, por exemplo.

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *



Seguir fotosantesedepois.com

Siga-nos na rede social Facebook e receba dicas sobre os temas de saúde mais atuais.

Facebook Fotos Antes e Depois
Receber Dicas de Saúde?

Se está interessado/a em receber no seu Email, dicas de saúde, remédios caseiros..., subscreva a nossa newsletter.

Contacte-nos

© 2018 Fotos Antes e Depois | Politica de Privacidade